[3ª Edição] ‘Top Secret – A Crónica’: A análise do “Secret Story 4″


‘Top Secret – A Crónica’: A análise semanal do “Secret Story 4″

‘Top Secret – A Crónica’: A análise semanal do “Secret Story 4″

A primeira semana já lá vai e chegámos à segunda noite de nomeações. Acho que nem foi uma semana muito morta e acho que para primeira até existe muito para se falar.

Em primeiro lugar, gostei da expulsão da Yana. Até simpatizo com a Bernardina – e era importante ela ficar por causa do segredo – e a Juliana também vai dando vida à casa. Em suma, qualquer uma das duas dava mais vida à casa do que a Yana que cá fora parecia outra pessoa, muito mais extrovertida e espontânea mas claro que sobressair no meio de 20 pessoas é só para os melhores.

A gala foi normal, teve confessionários chatos como o do Rúben e confesso que à primeira vista não gostei de nenhum dos concorrentes que entrou. Não consigo simpatizar com nenhum, ele parece-me um tipo cheio de lábia (pela negativa) e ela uma mulher a fazer-se de parvinha. Não me convenceram. E, na casa, o que não me convence é a nova prova da despensa por peso. Gostava muito mais da anterior e adorava acompanhar, esta não dá tanta emoção nem dinâmica. Não percebo a troca quando esta prova já era mítica.

Quanto aos outros concorrentes, a Sofia mantém-se a minha favorita. Talvez a ver com o facto de estar a sofrer por causa do Tierry, de eu me identificar com ela e imaginar que deve custar horrores ver o ex-namorado ali aos beijos com outra. Já o Tierry não me consegue convencer e ele parece mesmo dos que não se importava de formar um casalinho como estratégia para chegar longe. Já o Diogo, que a par da Sofia era o meu favorito, já me anda a deixar dúvidas. Achei a aproximação à Sofia muito brusca e também não sei até que ponto não estará a querer formar um casalinho por estratégia.

Por falar em casalinhos, isso remete-me logo para o trio sensação. A Diana cada vez me irrita mais com aquele ar e modo de falar toda enjoadinha. Já a Érica, que grande surpresa, quem diria que ela teria um faro tão grande para o jogo. O pormenor do chapéu do Tierry na fotografia da filha da Sofia foi de mestre. Demonstrou ser bastante perspicaz e certamente vai muito longe no jogo. E na noite de cadeira quente foi ela que incendiou o jogo. Adoro-a. Está lado a lado com a Sofia na minha lista de favoritos.

Pelo contrário, quem ocupa o fim dessa lista é o Aníbal. Nem depois do apertão da Teresa Guilherme ele acordou e mudou a atitude. Acho que ele não dá nada ao jogo, pelo contrário, só tira momentos polémicos que é o que se quer.

Top +
– Érica
– Cadeiras Quentes
– Saída da Yana

Top –
– Novos concorrentes
– Aníbal
– Prova da Despensa

Nomeações: Tierry e Aníbal.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close