“A Impostora” despede-se de Nicolau Breyner [Vídeo]


A morte de Nicolau Breyner marcou o ano de 2016, um ano particularmente fértil em desaparecimentos de artistas do panorama nacional e internacional.

Nico, como era conhecido, estava a gravar “A Impostora” quando faleceu a 14 de março deste ano. Os meses passaram e a TVI exibe esta noite o capítulo da despedida.

O episódio que vai para o ar hoje fica marcado pela última cena de Nicolau Breyner que se despede assim de “A Impostora”. São os últimos momentos de Edmundo, a personagem de Nicolau Brayner na trama da quatro.

Ao site da TVI António Barreira, autor da novela, falou acerca dos momentos que se seguiram ao falecimento daquele que é considerado o pai da ficção portuguesa:

O argumentista conta que recebeu a notícia da morte do Nicolau Breyner enquanto estava a trabalhar. «O Dr. José Eduardo Moniz me ligou a dizer para parar tudo, que o Nico tinha falecido. Como, para mim, estávamos a falar de uma daquelas pessoas que consideramos imortais, achei que era gozo, como se fosse possível alguém brincar com uma situação deste género. Mas foi a minha reação de choque imediata. Era impossível ele estar morto. Éramos os dois alentejanos, tínhamos estado a combinar, três dias antes, um petisco no Alentejo e agora estava morto?! Não fazia sentido. Aliás, passados estes meses, ainda pouco faz e falar do Nico deixa-me sempre muito emocionado, porque, felizmente, tive a sorte de trabalhar com ele em vários projetos, mas também de privar com o Ser Humano que ele era fora do ambiente de trabalho».

Em relação ao final para a personagem Edmundo em “A Impostora”, António Barreira adiantou ao site que «há pessoas que passam pela História seja do que for e que deixam a sua marca. O Nico marcou para sempre a televisão portuguesa. Não adiantava escamotear ou fingir que o ator não tinha morrido. De facto e lamentavelmente, perdemo-lo. Se a novela retrata vidas, a decisão foi pôr a arte a imitar a vida e criar uma homenagem ao Nico nesse episódio. Porque, para a arte, a figura do Nicolau Breyner será sempre imortal».

Caso Nicolau Breyner não tivesse falecido «o final da personagem do Nicolau já estava decidido. Era um final muito bonito e poético. Não quis a vida que ele o pudesse gravar, pelo que ficará guardado para quem esteve na conceção do mesmo, como forma de recordação», comenta ainda o autor de “A Impostora”.

 

Nicolau Breyner

Nicolau Breyner

Saiba como se passa tudo:

Lázaro chega ao mercado e apercebe-se de que há várias pessoas a rodear alguém que está caído no chão. Vânia grita por uma ambulância. Lázaro apanha o boné de Edmundo e percebe que é ele quem está no chão, inanimado. Verónica diz à tia que tem de ser forte e dá-lhe a notícia da morte de Edmundo. Lucrécia está incrédula porque ainda há pouco ele esteve ali. Verónica abraça-a.

A morte de Edmundo vai abalar a vida de todos os trabalhadores do mercado e muita coisa vai mudar. Não pode perder esta cena marcante, que pretende, acima de tudo, homenagear Nicolau Breyner.

Veja como fica a programação para esta segunda-feira:

21h42 A Impostora
23h25 A Única Mulher
00h00 Secret Story 6 – Extra

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close