“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 94 (18 a 24 de março)

Nos armazéns Jaime observa Julie e ela apresenta-se como advogada de Simão. Jaime entra irritado no gabinete de Augusto e Ricardo pede-lhe para prestar atenção à televisão e ficam incrédulos ao ver Simão a contar toda a verdade sobre a morte de Leonor.

Elvira discute com Jaime por ele ter contado toda a verdade e só lhe resta desmentir Simão com o facto de ele ser suspeito da morte de Augusto. Simão despede-se do jornalista, dizendo a Tiago que pelo menos agora pode dormir em paz por ter revelado toda a verdade sobre Leonor.

Simão assume a Lara que errou com ela e fica atónito por ela lhe dizer que nunca o vai perdoar por estar a querer incriminar Valdemar para se safar de ter matado Augusto.

Tiago recorda-se de Diana, que de certa forma viu agora a sua vingança consumada, por todos já saberem que Leonor não se suicidou.

Joana decide ligar para o número do cartão que roubou a Vera e fica a intrigada com a voz de um homem atende.

Joana aproveita Vera estar a tomar banho para marcar um encontro nos armazéns com o homem cujo número estava no cartão que roubou a Vera.

Mário responde à mensagem  enviada do telemóvel de Vera a dizer já estar nos armazéns. Cecília acaba por contar a Vera que o bebé que Joana perdeu tinha Trissomia 21 e ela manteve segredo disso para as pessoas não pensarem que ela abortou propositadamente. Joana olha para os homens que vão passando, sem ver nenhuma cara conhecida.

Olha tensa para Vera, que lhe diz já saber ter ocultado que ia ter um bebé com Trissomia 21.

A inspetora afasta-se quando João Maria aparece e liga para Mário, dizendo que foi por pouco que Joana não descobriu que são amantes.

Lara fica constrangida por Julie a fazer ver que Simão não é o único a esconder-lhe coisas, visto ela nunca lhe ter contado da séria relação que tiveram na Escócia.

Valdemar vai a casa de Simão e agradece-lhe por ter tido coragem de expor o caso da morte de Leonor e fica tenso por Simão o questionar por que mentiu a Lara e lhe disse que não esteve nos armazéns na noite que Augusto morreu.

Jaime avisa Lara que o prazo encurtou e os Seixas têm agora dois dias para sair do prédio e Lara acusa-o de ser cobarde.

Valdemar diz a Simão que não matou Augusto, não podendo revelar-lhe por que foi falar com ele nessa noite e sai porta fora, deixando Simão intrigado.

Nos armazéns Simão lastima-se a Tiago que Lara continua chateada com ele e Jaime diz-lhe provocador que ele nada pode fazer para impedir Lara de ser despejada de casa.

Simão discute furioso com Jaime a exigir-lhe que pare de arranjar problemas a Lara e aos Seixas.

Jaime recebe a missiva de um Oficial de Justiça, ficando a lê-la incrédulo. Tiago diz a Simão que deve preocupar-se em provar a sua inocência de ter matado Augusto e fica atónito por Simão lhe contar que viu Valdemar nessa noite, e ele recusa-se a dizer o que se passou entre ele e Augusto.

Freitas diz com duplo sentido a Valdemar que amanhã chegam à oficina as peças que ele encomendou e avisa ameaçador que Valdemar vai ter de cumprir o acordo, por ele saber de algo que pode levá-lo para a prisão.

Valdemar fica a olhar hesitante para o contato de Simão, sem saber se há-de ou não contar-lhe a verdade.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close