“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 151 (29 de abril a 5 de maio)

Tiago confronta agressivo Cláudia de ter andado a mexer no telemóvel e ter contado a Simão das suas suspeitas, insistindo que só andou a fingir estar apaixonado por Diana para a apanhar.

Tiago pede a Cláudia que confie nele e tome conta de Maria caso alguma coisa lhe aconteça, deixando Cláudia preocupada. Elvira insiste com Vera para arranjar maneira de prender Tiago.

Vera retorque que foi ela quem disparou a arma e não Tiago, e Elvira afasta-se desolada. Marta entra em casa, e Julie repara no grande volume que ela traz na mochila e Marta disfarça dizendo ser coisas para o bebé.

Marta olha pensativa para o hoodie que Tiago lhe entregou, e recorda as palavras de vingança de Raposo e esconde-o no armário. Todos estão preocupados com Rúben, que desapareceu e não dormiu em casa.

Humberto recebe mensagem do filho a dizer que não vai voltar para casa, enquanto ele estiver com Cecília e Valdemar vinca que o neto vai ter de aceitar aquela relação. Lara apercebe-se que se esqueceu do seu telemóvel em casa e sai. Lara lê em choque a mensagem enviada por João Maria a contar que Marta não pode ter filhos.

Lara confronta Julie e avisa-a que vai telefonar para o laboratório para saber se os seus óvulos foram mesmo destruídos. Tiago dorme no sofá e Cláudia tenta tapá-lo, ele reage e aperta-lhe o pescoço.

Tiago pede desculpa a Cláudia, que segue muito assustada para o interior. Cláudia abraça Maria em atitude protetora, e pensa em pânico na hipótese de Tiago ser um serial killer.

Vera olha nauseada para uma cabeça de porco que lhe enviaram juntamente com um bilhete, onde lhe dizem que o homem do matadouro sabe quem matou Ricardo, mas foi obrigado a calar-se, e cabe a ela descobrir a verdade.

Tiago admite a Simão achar que está a perder o controlo, tendo quase estrangulado Cláudia, e a admitir que estava mesmo apaixonado por Diana, restando-lhe agora conseguir descobrir quem matou Augusto e Ricardo para conseguir provar a sua inocência. Tiago vê que Vera está em movimento e sai.

Amílcar admite que viu um homem a fugir do matadouro logo antes de se ter deparado com Ricardo morto, tendo sido ameaçado a calar-se para não morrer. Amílcar anui ser capaz de identificá-lo, com Vera a sair para ir buscar o seu telemóvel. Amílcar vê Tiago a chegar de carro e foge.

O telemóvel de Marta toca sem parar e ela acaba por atender, dizendo não querer colaborar mais naquela loucura. Vera faz o ponto da situação com Mário e conta-lhe que Amílcar fugiu, mas acabou por convencê-lo a ir depor à PJ, assegurando-lhe não ir acontecer o mesmo que sucedeu com Nuno.

Lopes provoca Vera e ela perde a cabeça e estrafega descontrolada Lopes e Mário impede que a situação se extreme. Marta, com o hoodie de assassino vestido, sai de casa com ar muito suspeito. Amílcar chega à PJ e dirige-se à sala de Vera e fica tenso quando vê uma fotografia de Tiago no killer board.

Vera discute com Mário e acusa-o de andar a proteger Lopes, mas Mário pede-lhe que se controle. Inspetor informa que Amílcar já chegou e Vera sai apressada.

Vera entra na sua sala e fica em choque ao deparar-se com Amílcar degolado, estando a janela do seu gabinete aberta.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close