“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 147 (29 de abril a 5 de maio)

Elvira conta a Vera e Lopes que Max foi instigado por Tiago a matá-la e ela apenas se defendeu. Elvira exige que prendam Tiago, pois tem a certeza que ele é o assassino do capuz e Vera quer saber quais os motivos de Max, para querer matar a própria mãe.

Cláudia diz a Tiago que devia apresentar queixa contra Elvira. Vera comenta com Mário a confissão de Elvira e ele anui ser necessário averiguar a veracidade do depoimento dela.

Elvira conversa com Jaime e diz-lhe que Tiago é o assassino do capuz e só descansa quando ele for preso. Vera conversa com Tiago para tentar apurar factos na investigação, mas ele não se mostra disponível a colaborar.

Jaime discute com Tiago e ameaça despedi-lo. Simão aproxima-se e diz ao amigo que o vai ajudar, mas que ele tem de mudar de atitude e deixar de beber.

Elvira paga a Hitman que lhe entrega uma carabina. Renata entra para ver como Elvira está e assusta-se ao ver que está acompanhada e Elvira empurra-a para fora do quarto.

Domingos, Bruno e Renata despedem-se de Flor, que sai com uma assistente social. Mónica despede-se de Mayra, entregando-lhe a baixa e conta que vai voltar para Lisboa, pois precisa fazer um corte com o passado.

Mónica entrega as chaves de casa de Ricardo a Julie, que lhe arrendou a casa. Mónica despede-se de Inês e Simão e comenta que Julie e Marta estão juntas e que arrendaram o apartamento do Ricardo.

Julie e Marta entram em casa e Marta mostra-se agradecida por Julie a ter aceitado de volta na sua vida. Simão conta que Julie está com Marta e Lara fica em choque e não acredita que Marta tenha mudado.

Vera vasculha o processo de Diana e junta as mais recentes mortes, e procura uma ligação. Olha para a caixa dos seus comprimidos e deita-os fora. Tiago brinca com Maria.

Elvira chega de carro e, escondida, monta a carabina. Vera descobre que foi Augusto que comprou os explosivos que estavam na avioneta onde Diana morreu. Tiago continua a brincar com Maria. Elvira prepara-se para disparar, mas o seu telemóvel toca, é Vera.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close