“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 134 (15 a 21 de abril)

Jaime ameaça Elvira e Max intervém e diz que Jorge pode ter mudado os miúdos de sítio por segurança.

Jorge está todo esmurrado e fala ao telefone com Max e conta que alguém o apanhou desprevenido e que lhe deu uma tareia.

Domingos consegue salvar Matilde e Gonçalo e levou-os para casa de Simão. Matilde diz que foram levados por dois homens e descreve o que lhes aconteceu e Simão diz que têm que contar às autoridades.

Jaime chega a casa e Cecília conta-lhe que Simão ligou a dizer que Matilde e Gonçalo estão a salvo. Jaime não percebe o envolvimento do irmão na situação.

Valdemar, Lara, Julie, Humberto, Liliana e Rúben almoçam e comentam o rapto de Gonçalo e Matilde.

Lara diz que parece que Marta voltou e Valdemar diz que é melhor irem à polícia. Lara diz a Julie que Marta vai desistir quando souber que elas apresentaram queixa, mas esta vacila, diz que o melhor é começarem a vida noutro sítio longe das ameaças.

Valdemar e Humberto comentam que têm que estar atentos a Julie e Rúben entra e comenta que viu uma mulher suspeita lá fora.

Humberto, Valdemar e Rúben saem e vêm um carro a arrancar a toda a velocidade. Julie e Lara falam com Vera e a inspetora diz-lhes que Marta está na Escócia.

Gonçalo conta pormenores do rapto e João Maria afirma que acha estranho que o pai não tenha feito queixa à polícia.

Jaime e Cecília lancham com Matilde e ela assente que quer fazer queixa à polícia e Jaime diz-lhe que é melhor deixar a polícia fora do assunto.

Joana conta a Simão que foi Jaime que raptou os miúdos como forma de ameaça por Joana ter descoberto que foi Jaime quem violou Mónica.

Elvira afirma que Jaime vai ficar quieto porque sabe a culpa que tem e Hermínia não está certa disso, diz que é melhor Jorge desaparecer por uns tempos e dá-lhe um maço de notas.

Simão dirige-se ao gabinete de Jaime e dá-lhe um sopapo e exige saber porque é que ele violou Mónica.

Mónica explica tudo a Simão e conta-lhe que tem o contato da rapariga que esteve em casa do Jaime na noite da violação e que ela está disposta a testemunhar.

Hermínia conversa com Flor e propõe fazerem companhia uma à outra. Cláudia diz que está arrependida por ter ido devolver Flor e Maria diz que a mãe fez o que tinha que ser feito e que estão bem assim. Cláudia e Tiago vão conversar com a irmã Miranda e pedem desculpa pelo que fizeram e perguntam se podem levar Flor outra vez.

Irmã Miranda lamenta e diz que Flor já arranjou uma casa de acolhimento temporária. Domingos, Matilde e Gonçalo prestam declarações a Lopes e Vera sobre o rapto.

Jaime entra na PJ e estaca ao ver Tânia, a rapariga que estava com ele na noite da violação e que está disposta a dar o seu testemunho sobre o que se passou naquela noite.

Tânia diz que Jaime não violou Mónica, que o sexo foi consentido. Vera e Jaime são apanhados de surpresa.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close