“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 161 (20 a 26 de maio)

Vera está a respirar com muita dificuldade, e recusa que a levem ao hospital, disfarçando sentir-se melhor e vai para o quarto.

Julie diz a Marta que já tratou de ir avisar o padre que não pode contar a ninguém o que sabe sobre as cartas do Jesuíta para Leonor, e Marta abraça-a.

Jaime entra no quarto de Matilde fingindo preocupação e liga para Marta e diz-lhe que algo correu mal.

Cecília conta a Jaime que Vera quase foi assassinada no quarto de Matilde, e o questiona se ele teve alguma coisa a ver com isso.

Vera descontrola-se com Tiago ao insistir que ele confesse que tem cúmplices.

Tiago, sem nunca perder a calma, avisa-a que pelos vistos é a próxima a morrer na lista do assassino.

Cecília conta a Simão que tentaram matar Vera em casa de Jaime, e ele concorda que Jaime pode estar a trabalhar para o assassino.

Simão fica a saber que o padre foi envenenado e sente-se frustrado. Rafa faz chantagem com Filipe para que ele não conte o seu segredo a Joana.

Filipe recusa, e entrega ao filho um bilhete para ele regressar para Lisboa, mas Rafa rasga-o.

Vera fica chocada por Mário a acusar de ter passado as marcas ao tentar agredir Tiago, e que fica suspensa de funções, sendo Lopes a substitui-la.

Vera pede ajuda a Simão e vinca que assim Tiago poderia ficar inocentado dos seus crimes. Simão, percebe o descontrolo dela e pede-lhe tempo para pensar.

Lopes interroga Jaime sobre a tentativa de homicídio a Vera, e defende-se que não estava em casa.

Julie despacha Lara, que fica desconfiada. Rafa avisa provocador Filipe para não se esquecer que lhe tem de dar quinhentos euros e Filipe esmurra-o.

Joana reitera a Rafa estar predisposta a ajuda-lo a entender-se com Filipe, abraçando-o em sinal de apoio.

Rafa aproveita a situação e beija-a, e ela afasta-o chocada. Valdemar abraça aliviado Lara por ela concordar que a história de Marta e Julie está a tornar-se perigosa e o melhor é afastar-se delas.

Simão liga para Lara e pede-lhe para ter cuidado, por poderem estar na mira do assassino. Valdemar e Humberto trabalham na oficina e ficam gelados ao ouvirem o som de um tiro a ser disparado.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close