“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 100 (25 a 31 de março)

Lara diz a Julie estar a sentir-se mal por não ter acreditado em Simão, agora que sabem que Valdemar foi a última pessoa a ver Augusto vivo nos armazéns.

Admite que pensa que às vezes teria sido melhor se nunca tivesse conhecido Simão, com Julie a assumir que para si ainda não é tarde demais. Lara ganha coragem e beija Julie, que corresponde apaixonada.

Lara e Julie envolvem-se com paixão a reviverem tudo o que já passaram juntas. Simão promete a Inês que ele e Ricardo vão conseguir ajudar Mónica a sair da cadeia e diz à filha estar tudo terminado com Lara, e que ela tem uma namorada nova.

Humberto fala com Cecília e confirma que foi buscar Valdemar aos armazéns na noite da morte de Augusto, tendo-se deparado com ele desmaiado no escritório.

Valdemar recorda-se de ter acordado com as mãos cheias de sangue após ter discutido com Augusto, não se conseguindo lembrar do que aconteceu antes.

Mário e Vera concordam que Humberto está a mentir para proteger Valdemar ao dizer que foi buscar o pai aos armazéns na noite que Augusto morreu.

PJ entra com um relatório forense, que refere que Augusto foi agredido na cabeça com um objeto, em sinal de ter lutado com alguém antes de morrer.

Valdemar liga para Simão a pedir-lhe para se encontrarem por ter algo importante para lhe contar. Mário pede ajuda a Tiago para descobrirem o objeto com que Augusto foi assassinado e Tiago assente ir ao gabinete de Augusto.

Isaura irrita-se com Cecília por ela insinuar que ela seria a principal interessada na morte de Augusto, com Isaura a não prolongar a conversa, a dizer somente que ela vai ter de se habituar à sua presença naquela casa.

Simão repreende Valdemar por ter feito com que se zangasse com Lara e fica surpreso pelo mecânico lhe dizer, ter algo que o pode ilibar de ter morto o pai. Jaime exige a Vera que trate de arranjar provas que foi Simão quem matou Augusto e ela anui que também voltou a receber mensagens.

Jaime e Elvira discutem com Ricardo, que não acredita que seja Vera quem anda a fazer-se passar pelo assassino, dizendo que ela não teria nada a ganhar com isso. Ricardo sai disparado após receber chamada.

Telmo diz a Ricardo ter descoberto que Vera mantém uma relação com alguém, mostrando-lhe uma caixa com lingerie sexy.

Mário diz que teve de sair de manhã e Vera nega ter recebido a lingerie que ele lhe comprou, ficando de pronto em alerta.

Matilde toca violoncelo, aflita por não estar a conseguir ouvir quase nada. Isaura irrompe a ordenar-lhe que pare com aquela barulheira, com Matilde a desabar a chorar a perceber que está a perder a audição.

Julie percebe que Lara não está arrependida de se ter envolvido com ela, e esboça um sorriso repleto de esperança.

Simão conta a Tiago que Valdemar foi a sua casa e contou-lhe que pode mesmo ter sido ele quem matou Augusto, por ter acordado com as mãos cheias de sangue.

Tiago diz não acreditar nessa hipótese por Valdemar, no estado embriagado em que estava, não conseguiria colocar Augusto numa corda.

Tiago vai ao gabinete de Augusto sem que Mayra dê conta e repara subitamente numa fotografia em que se vê um troféu atrás de Augusto e Margarida, ficando convicto ter sido com aquilo que Augusto foi agredido.

Isaura é apanhada por Valdemar a roubar uma moldura de casa e acusarem-se mutuamente da morte de Augusto.

Lara pede a Julie que leve Isaura para sua casa. Tiago mostra a Simão a fotografia onde está o troféu, dizendo-lhe estar seguro que foi com ele que Augusto foi agredido na noite que morreu.

Vera olha atónita para uma fotografia que acabou de receber no email do troféu manchado de sangue.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close