Académica de Coimbra emite comunicado, condenando a atitude da TVI

A equipa ‘dos estudantes’ lamentou a atitude da TVI

A Associação Académica de Coimbra condenou a atitude da TVI de «cortar a emissão, mostrando uma total falta de respeito». A estação de Queluz transmitiu a habitual flash interview, mas na altura que Pedro Emanuel, treinador da formação da cidade dos estudantes ia falar, a TVI saiu do ar.

O treinador não teve, assim, a possibilidade de ver televisionada a sua análise ao jogo com o Benfica, disputado ontem no Estádio da Luz, a contar para a Taça da Liga.

A direção do clube de Coimbra emitiu um comunicado onde «repudia e lamenta o sucedido, exigindo da parte da TVI um retratamento público perante tamanha falta de respeito».

Até ao momento a TVI ainda não comentou o sucedido, mas este ano não vai ter mais nenhum jogo da Académica de Coimbra, visto que a equipa foi afastada da prova pelo Benfica.

Leia o comunicado da Associação Académica de Coimbra, na íntegra:

No seguimento dos acontecimentos registados no final do jogo entre a Académica e o SL Benfica, disputado esta quarta-feira no Estádio da Luz, vem a Direcção da AAC/OAF manifestar o profundo desagrado pelo seguinte:

Tal como habitual (e obrigatório), o treinador da Académica, Pedro Emanuel, deslocou-se, no final da partida, à zona de entrevistas rápidas da TVI, estação responsável (?) pela transmissão do jogo. Seguindo a ordem estipulada pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional, que dá prioridade à equipa vencedora no alinhamento das entrevistas, o nosso treinador faria a análise da partida após o treinador do SL Benfica, tal como veio a acontecer.

No momento em que Pedro Emanuel se apresentou no flash-interview, a TVI decidiu cortar a emissão, mostrando uma total falta de respeito por uma Instituição que tem 125 anos de existência. Terá entendido a referida estação que o trabalho já estaria concluído quando ouviu os intervenientes do SL Benfica, revelando uma falta de profissionalismo verdadeiramente assinalável. Aliás, essa falta de profissionalismo esteve bem patente nos comentários proferidos durante o jogo, onde existiu uma vontade inequívoca em desvalorizar tudo o que a Académica realizou em campo.

A Direcção da AAC/OAF repudia e lamenta o sucedido, exigindo da parte da TVI um retratamento público perante tamanha falta de respeito.

Será este mais um exemplo que deve servir de reflexão para todos os agentes do futebol, sobretudo a comunicação social, que continua a lutar árdua e diariamente para a promoção e divulgação das equipas mais fortes financeiramente. As outras continuam no esquecimento… É este o futebol que queremos em Portugal?

A Direcção da AAC/OAF

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close