«Alberto da Ponte comporta-se como Pôncio Pilatos», Nuno Santos

O ex-diretor de informação do canal público respondeu a Alberto da Ponte

O caso da cedência de imagens pela RTP à PSP levou a uma troca de palavras entre Nuno Santos e o presidente da estação, Alberto da Ponte.

Primeiro foi o presidente da estação pública a tomar posição e dizer que que não percebia a «autoflagelação» do jornalista. Agora chegou a vez de Nuno Santos, que apresentou a demissão do cargo de diretor de informação do canal, reagir e chamar «Pôncio Pilatos» a Alberto da Ponte.

«O que temos aqui é um ato sumário de crucificação. O Dr. Alberto da Ponte comporta-se agora como Pôncio Pilatos. Constato, mas não estranho», revelou o ex-diretor de informação da RTP ao jornal Público, quando confrontado com as palavras de Alberto da Ponte.

Pôncio Pilatos, foi governador da província romana da Judeia entre os anos 26 e 36 d.C.. Foi o juiz que, de acordo com a Bíblia, condenou Jesus Cristo à morte na cruz, apesar de não ter nele encontrado nenhuma culpa. «Lavo daí as minhas mãos», é a citação mais famosa do governador que também proferiu a famosa pergunta «E o que é a Verdade?».

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close