“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

280º Episódio (17 a 23 de junho)

No descampado, Diana, Júlia e Rodrigo mostram a arma a Gonçalo. Vitória faz-se de vítima e é ela quem entrega a arma a Gonçalo. No fim, ele liberta-a das cordas e beija- a carinhoso. Ficam todos em choque quando Vitória afirma que quer ficar com o pai.

Em flashback, Gonçalo diz a Vitória que sabe que ela, Júlia e Diana o querem ver na prisão e que estão contra ele juntas. Refere ainda que ela não ganhará nada com ele preso e oferece-lhe dinheiro e poder. Vitória aceita trair Diana e Júlia.

Carla acorda assustada na autocaravana. Acorda Martim e acha que o fantasma do avô voltou. Martim vai ver o que se passa e volta todo arranhado. Era um gato que estava no motor. Carla fica aliviada.

Júlia e Diana estão muito abatidas e Diana decide entregar a arma a Gonçalo. Rodrigo opõe-se e não a deixa sair de casa. Júlia recebe um áudio de Vitória e Rodrigo consegue localizar a chamada dela.

Na rádio, Celso faz o programa sozinho e Laura entra no estúdio zangada. Ainda fica mais irritada ao saber que Rodrigo está doente e não vai trabalhar. Celso ainda tenta desanuviar o ambiente mas não consegue.

Ao pequeno-almoço, Raimundo e Aida conversam, os dois sentem-se bem juntos. Beijam-se e têm de disfarçar quando Naomi entra. Ela vem dizer à mãe que estão a resgatar refugiados no mar e Fátima pode estar no barco. Aida reza pela amiga.

A GNR resgata os refugiados. Fátima tem os dois filhos com ela mas perde um deles no meio da confusão. Chora desesperada e implora a um dos polícias que o encontrem. O polícia fala com os colegas para iniciarem uma busca no mar.

Muito nervosa, Aida acende velas para que Deus proteja Fátima e os seus filhos. Naomi também está muito aflita. Raimundo procura ver notícias na televisão sobre os refugiados.

No mar, o sargento Vieira traz o filho de Fátima que estava perdido. Presta-lhe os primeiros socorros e o menino reage. Fátima chora de alívio e abraça o filho. Agradece muito emocionada ao polícia.

Na prisão, Zé Maria está desesperado e pede ajuda a Gustavo. Quer mudar as suas declarações porque se não sair dali não chegará vivo ao julgamento. Gustavo garante que vai estudar o processo e ver o que pode fazer.

Diana, Julia e Rodrigo chegam ao armazém mas não encontram Vitória, somente os vestígios de lá esteve. Gonçalo liga para Diana, satisfeito com o seu sofrimento e ela ameaça-o, ou ele liberta Vitória ou ela vai à polícia. Ficarão à espera que ele indique o local para entregar a arma.

Gonçalo manda a localização do sítio onde quer que deixem a arma e a seguir fala com Octávio, garantindo que o problema da droga está resolvido.

Na casa de chá, Raimundo conversa com Deolinda sobre Clara e conta que ela foi despedida da rádio e precisa de ajuda. Deolinda não quer saber e Raimundo recorda-lhe que ela tem um lugar para a acolher e são amigos dos pais dela.

Antes de ir para o Brasil, Luís está nervoso e angustiado. Leonor diz ao pai que vai correr tudo bem e Luis assegura a Sebastião que vai arranjar alguém para os ajudar. Sofia aparece para se despedir de Leonor.

No estaleiro, Carmo pede desculpa q Pedro e a Vera e explica que Adelaide precisava de se distrair. Não teve como negar e levou os projetos para ela ver. Nestor ouve tudo e quer ser ele a levar os projetos a Adelaide e  declara que só quer o bem da filha. Carmo tenta ligar a Rodrigo para combinar um almoço de irmãos.

No descampado, Diana, Júlia e Rodrigo mostram a arma a Gonçalo. Vitória faz-se de vítima e é ela quem entrega a arma a Gonçalo. No fim, ele liberta-a das cordas e beija- a carinhoso. Ficam todos em choque quando Vitória afirma que quer ficar com o pai.

Em flashback, Gonçalo diz a Vitória que sabe que ela, Júlia e Diana o querem ver na prisão e que estão contra ele juntas. Refere ainda que ela não ganhará nada com ele preso e oferece-lhe dinheiro e poder. Vitória aceita trair Diana e Júlia.

Diana não quer acreditar que Vitória se aliou a Gonçalo e as traiu. Vitória despreza as duas mães e vai embora com Gonçalo. Júlia chora, cheia de remorsos, a culpa é sua que Vitória seja ambiciosa e sem escrúpulos.

João está apático a não quer sair de casa nem fazer nada. Adelaide enerva-se com a atitude do filho. João só quer estar sozinho e tanto Carmo como Adelaide percebem. No entanto, avisam que não vão desistir dele. Carmo diz ao irmão que o adora.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close