“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

56º Episódio (12 a 18 de novembro)

Quando estão quase a chegar a terra, André pára o veleiro. Adelaide fica sem perceber o que se passa. André aproxima-se dela e, sem dizer nada, beija-a. Apanhada desprevenida, Adelaide corresponde ao beijo.

Leonor chora depois de ter sido obrigada a fazer sexo. A mulher que a arranjou agora cuida dela e diz que Giacomo gostou dela. Leonor pergunta se a vão libertar e a mulher observa que, pelo contrário, lhe vão calhar os melhores clientes. Se fizer tudo o que dizem vai correr bem.

Aida ajuda Diana e faz uma oração para lhe tirar a dor de cabeça. Explica que o que está a fazer é temporário e que é urgente combater a presença de Albano. Diana chora de desespero mas Aida ressalva que tudo tem remédio.

Depois de terem jantado, Beatriz quer ir a uma festa e está elétrica. Rodrigo recusa pois está muito cansado e só quer ir dormir. Beatriz assegura-se que ele não fica chateado por ela ir e sai. Quando chega ao carro, consome cocaína e arranca o carro com a música no máximo.

Ao chegar à loja, Celso estaca ao ver o aparato policial. O segurança explica que a loja foi assaltada e Celso fica muito nervoso. Quer saber como é que entraram lá dentro e Nelson explica que forçaram a fechadura. Celso não entende como entraram e jura que ligou o alarme antes de sair. Está muito ansioso e não sabe como há de contar a Luís o que aconteceu.

Jacinta está muito impressionada o ouvir Deolinda contar o que aconteceu a Raimundo. Promete à empregada que vai tentar arranjar trabalho para ele mas antes disso aconselha-os a fazer queixa na polícia.

André fica nervoso com a sequência de números que continua a aparecer no seu portátil. A seguir fala com Francisca sobre o passeio de barco e mente dizendo que vai com clientes.

Diana procura algo no computador de André que o prejudique mas não encontra nada. João aproxima-se e quer saber se ela está melhor e Diana responde que sim. De qualquer forma, João quer que ela faça exames para ficar descansado.

Marta pergunta a Gustavo se já há novidades sobre o seu processo e Gustavo explica que ainda é cedo, têm de esperar mais algum tempo. Marta percebe que o irmão está triste por causa de Naomi e sugere-lhe que vá atrás da mulher que ama.

No bairro, Naomi olha para o stencil que Gustavo lhe escreveu com nostalgia. Aida repara e aconselha a filha a perdoar ou a esquecer o rapaz. Naomi muda de assunto e tem uma ideia, aproveitar aquele edifício antigo para fazer uma associação para ajudar as pessoas do bairro.

Na universidade, Salvador diz a Zé Maria que ele não pode faltar ao jantar de Miguel e este concorda em ir. Vitória dirige-se, furiosa, a Clara por ter sido detida por sua causa. Clara ignora-a e deixa-a a falar sozinha. Vitória avisa Zé Maria que lhe vai enviar um presente por e-mail e, ao ver Miguel entrar no bar, convida-o para uma entrevista na rádio.

Quando chegam ao veleiro, Adelaide adora e vai-se insinuando e mandando indirectas a André que percebe mas não dá saída. Entram no veleiro.

Celso está nervoso e não sabe como contar a Luís que a loja foi assaltada. Carmo acha que ele faz mal em adiar e quanto mais depressa o fizerem, mais depressa ativam o seguro. Doutra forma, Luís até pode desconfiar dele. Celso jura, uma vez mais, que ligou o alarme.

Durante o passeio de barco, André ensina Adelaide a velejar e esta está muito bem disposta. Sente-se atraída por ele e não disfarça.

Em Génova, Luís recebe, angustiado, a notícia de que a loja foi assaltada e ativa de imediato o seguro. Cecília ouve tudo e diz ao marido para regressar a Portugal. Acabam por discutir, novamente.

Na rádio, Francisca e Ana conversam sobre fazer uma peça sobre o desaparecimento de Leonor em Génova e Paulo não vê isso com bons olhos. Francisca liga a André, sem sucesso, e deixa mensagem.

No barco, Adelaide aproxima-se de André e tenta beijá-lo. André retrai-se e Adelaide desculpa-se, humilhada. Pede-lhe para regressarem pois perdeu a vontade de estar ali. André obedece, desorientado, sem saber o que fazer.

Na escola de circo, Rui conversa com Diana sobre Deolinda e Diana acha que ele deve esquecer isso pois Deolinda é casada. Um miúdo entra e pede a Rui que vá ao encontro de Raimundo que quer falar com ele. Vera chega e diz a Diana que ainda não há novidades de Leonor nem nada para prejudicar André.

Quando estão quase a chegar a terra, André pára o veleiro. Adelaide fica sem perceber o que se passa. André aproxima-se dela e, sem dizer nada, beija-a. Apanhada desprevenida, Adelaide corresponde ao beijo.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close