“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

52º Episódio (5 a 11 de novembro)

Diana está na escola de circo quando sente um arrepio. Júlia aparece e diz uma frase que Albano dizia a Benedita quanto era pequena. Diana fica aterrorizada e manda Júlia embora aos gritos.

No estaleiro, André e Vera falam sobre trabalho quando este repara no ecrã do seu computador que tem um número estranho. Fica nervoso e Vera pergunta se está tudo bem. Para piorar ainda mais, André fala com Giacomo ao telemóvel. Este queixa-se que estão a perder dinheiro e que André tem de ter mão nos trabalhadores.

Diana procura Júlia na Somecel para saber se ela conhece o padre realmente. Júlia fica nervosa e o fantasma de Albano quase toca em Diana. Esta leva a mão ao colar mas sente-se mal e desmaia. Albano ordena a Júlia que mate Diana.

Na universidade, Clara fala ao telemóvel com os pais e fica muito preocupada por saber que eles estão a passar dificuldades. Zé Maria vai ter com Vitória e quer que ela cumpra com a sua parte e fale com Clara sobre ele. Vitória explica que não estão próximas e dá-lhe uma dica para se aproximar.

Júlia vai buscar um copo de água com açúcar para Diana e quando regressa, ela já lá não está. Fica apreensiva.

Diana sai, agitada, do edifício e liga para João. Quer ir ter com ele, de imediato. Sobe para a sua mota e arranca.

João desliga o telefone e continua a consulta com Ruben. Este decidiu fazer uma cirurgia ao nariz. Falam planos sobre uma festa e João fala-lhe de Nelson. Adelaide aparece de surpresa para convidar João e Diana para um jantar de família.

Júlia vai para casa, perturbada com o que aconteceu com Diana mas desvia o assunto diante de Fernando e conta que Margarida a atacou no ginásio. Para acalmar os ânimos, Fernando sugere irem viajar e Júlia acha boa ideia. Também quer levar Vitória com eles.

João mede a tensão a Diana e está tudo normal. No entanto, aconselha-a a fazer um check-up e Diana acha isso um exagero.

Alex está abatido com a notícia de que perdeu os patrocínios. Nelson sugere ao sobrinho que mandem alguém apanhar Carlos e Jessica mas Alex recusa. Raimundo chega cansado e abatido porque não conseguiu apanhar amêijoas.

Clara desabafa com Celso e conta que o supermercado dos pais foi saqueado e levaram tudo. Quer mandar dinheiro para eles e Celso mostra-se solidário com ela.

Rui insinua que os vizinhos também o podiam ajudar a arrendar um apartamento e Naomi ri-se dele. A propósito do que aconteceu com Júlia, Aida reforça que Diana deve ter cuidado pois ela tem algo com ela muito forte e quer mesmo fazer-lhe mal. Promete que a vai ajudar.

Margarida conta a Gustavo e a Marta o que aconteceu no ginásio e decide deixar de ir lá. Falam do processo contra Vitória e Gustavo quer falar com Clara para assegurar que esta conta tudo o que sabe.

Na casa de chá, Carmo queixa-se da nova miúda que está a servir os gelados. Clara recebe uma chamada de um número anónimo e é Zé Maria a convidá-la para ir ao cinema mas Clara recusa o convite.

Na rádio, Gil comenta a relação de Paulo e Vitoria e percebe porque é que ela já apresenta as notícias. Adelaide também vai até lá para convidar Rodrigo para jantar e este aceita depois de saber que Diana e João também vão.

Carmo aproxima-se de Celso e pede-lhe um favor. Quer que ele vá com ela a um sítio e Celso alinha. Este afirma que não quer nada em troca e que a companhia dela é suficiente.

Raimundo discute com Deolinda pois já percebeu que ela anda a comprar roupa nova com o dinheiro que encontraram. Ela finge-se ofendida e sugere ao marido que conte o dinheiro e vai buscar a mochila.

Gustavo pede a Clara que não fique nervosa pois só tem de contar a verdade ao procurador. Ao ver Naomi, Gustavo olha para ela intensamente e tenta falar com ela mas Naomi não lhe dá hipótese.

Diana está na escola de circo quando sente um arrepio. Júlia aparece e diz uma frase que Albano dizia a Benedita quanto era pequena. Diana fica aterrorizada e manda Júlia embora aos gritos.

António vê Júlia a sair da escola e fica apreensivo. Rui diz-lhe que aquela mulher veio à procura de Diana e António corre para a tenda e Rui segue-o. Encontram Diana num canto a tremer de frio. António está preocupado e quer saber o que Júlia lhe fez. Diana chora e diz que não era Júlia quem estava ali e quer ir falar com Aida.

Dentro do carro, Júlia ouve a voz de Albano que lhe diz que fez o que era certo. Júlia quer ficar em paz e tenta acalmar-se. Ao longe, Aida repara em Júlia dentro do carro e questiona-se sobre o que ela estará ali a fazer.

Clara conta a Raimundo que os pais perderam tudo na Venezuela e este diz-lhe que vai ver o que podem fazer para os ajudar. De seguida, liga para Deolinda e sugere ajudarem os pais de Clara com o dinheiro que encontraram. Deolinda está atarefada e fala com o marido a correr. Já sabe das dificuldades dos pais de Clara mas proíbe-o de mexer no dinheiro.

Marta sugere a Margarida alugarem uma casa e não se importa de partilhar quarto com Gustavo, só quer é ter privacidade. Margarida já está à procura de trabalho e revela que também sente falta de ter a sua casa.

O advogado de Vitória conversa com ela e com Júlia e afirma que se Gustavo só tem as mensagens de Vitória para Clara, o caso não têm pernas para andar.

Diana conta a Aida o que aconteceu com Júlia e Aida explica-lhe que Albano quer resolver algo que ficou pendente, fechar um ciclo. No entanto, não vem por bem e por isso Diana tem de ter cuidado.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close