“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

277º Episódio (10 a 16 de junho)

Gonçalo está a trabalhar em casa quando ouve um telemóvel a vibrar. Encontra-o e acha estranho. Decide atender mas não fala. Fica furioso ao reconhecer a voz de Diana e perceber que Júlia o anda a enganar.

Em casa do falecido Nelson, Júlia tenta abrir tudo o que tem fechadura com a chave que Nelson deixou a Vitória. Nenhuma corresponde, o que a deixa frustrada.

Na escola de circo, Naomi, nervosa, conta a Diana e António que Leo foi preso. Revoltada, Diana afirma que o verdadeiro assassino está à solta. António responde que é melhor esperar novidades de Gustavo.

Na prisão, Gustavo diz a Leo que precisa de saber tudo o que aconteceu entre ele e Nelson para o poder defender. Leo alega que só está preso porque é o preto do bairro. Noutra mesa, Vitória reúne-se com Zé Maria e quer informações sobre o tráfico de droga de Gonçalo mas o jovem não diz nada.

Na autocaravana, Carla faz uma massagem a uma jovem da escola de circo quando começa a ouvir pancadas. Cheia de medo, afirma que é o espírito do seu falecido avô. Esmeralda “ralha” com ela e Carla por sua vez acusa a sócia de estar interessada em António.

Na marisqueira, Rui desabafa com Martim sobre Deolinda, afirmando que agora trabalha ainda mais do que antes porque ela o explora. Marta e António falam sobre a sua possível gravidez e António acaba por revelar que Diana também está grávida e que vai continuar a dar aulas.

No hospital psiquiátrico, Sara oscila entre momentos de lucidez e de confusão. Diana conta que está grávida e fica de rastos ao saber que a mãe tem esquizofrenia. A médica fala sobre o tratamento que vai administrar quando Diana recebe uma chamada de Júlia.

Julia liga para dizer que esteve em casa de Nelson e vasculhou tudo. A chave não abre nada que lá esteja. Diana declara que não podem desistir. Gonçalo entra em casa e Júlia apressa-se a esconder o telemóvel.

Na rádio, Vitória provoca Clara. Laura fala num tom meloso para Celso que fica constrangido e sai dali com ela. Antes de ir, Laura impõe que Clara faça uma tarefa. Depois dela sair, Clara grita a Rodrigo que Laura é uma vaca sem saber que está no ar. Rodrigo tenta remendar a situação mas é tarde demais.

Fora do estúdio, os colegas de Clara estão em choque, toda a gente ouviu o que ela disse. Laura, zangada, chama Clara ao seu gabinete. Vitória observa tudo a adorar a situação enquanto Celso está preocupado.

Laura está furiosa com Clara e esta pede desculpa apesar de saber que o mal está feito e que não pode voltar atrás. Laura quer que ela peça desculpa em público mas Clara recusa e sai de forma altiva.

Clara está muito nervosa mas tenta disfarçar o melhor possível. Começa a arrumar as suas coisas e Celso aproxima-se preocupado. Ela acusa-o de lhe ter destruído a vida e recusa falar mais com ele. Vitória também tenta aproximar-se e Clara trata-a mal.

Gustavo explica a Ainda e Naomi que a situação de Leo não é fácil. Naomi reage mal, o irmão não pode pagar por um crime que não cometeu. Aida desespera mas Gustavo ainda tem esperança de convencer Leo a dizer a verdade.

Luis conversa, revoltado, com Vera. Não se conforma de ainda ser suspeito de tráfico de droga. Vera desvaloriza e afirma que a polícia tinha de começar por algum lado e tenta acalmá-lo. Pergunta-lhe por Leonor e Luis explica que a filha está com Sofia.

Leonor está triste por causa da prisão de Leo enquanto Sofia afirma que aquilo até pode ser bom para a carreira dele. Leonor não quer acreditar que Sofia tenha dito aquilo. Marta aproxima-se delas e pergunta cómo está a situação de Luís.

Diana fala sobre a gravidez com Vitória e ela responde de forma fria. Não gosta que Júlia esteja grávida e quer que a mãe recupere. Júlia entra e sente-se mal. Quer ligar ao obstetra e Diana e Vitória ficam preocupadas com ela.

Na rádio, Laura e Celso discutem por causa de Clara. Este defende a ex-namorada e acha que ela não fez de propósito e que é injusto ter ficado sem trabalho. Laura fica fula com ele.

Clara vai à casa de chá e desabafa com Raimundo. Está de rastos e tudo lhe corre mal. Admite que ainda não esqueceu Celso. Raimundo tem muita pena dela e tenta consolar, afirmando que ela pode contar sempre com ele. Clara agradece.

Júlia e Vitória vão ao médico e Júlia diz ao médico que sabe que tem de deixar de tomar a medicação para poder continuar a gravidez. Vitória não quer acreditar que a mãe está disposta a morrer para ter o bebé. Chama-lhe egoista e desaba a chorar.

Diana conta a Rodrigo que Júlia se sentiu mal e decide ligar pois está preocupada com ela.

Gonçalo está a trabalhar em casa quando ouve um telemóvel a vibrar. Encontra-o e acha estranho. Decide atender mas não fala. Fica furioso ao reconhecer a voz de Diana e perceber que Júlia o anda a enganar.

Do outro lado, Diana acha estranho que tenham atendido sem falar e Rodrigo desvaloriza, dizendo que Júlia retornará a chamada quando puder. Tem a certeza que está tudo bem.

Raimundo compra coisas para casa na mercearia de Aida e para a mimar conta que já tratou da roupa e fez o jantar. Ela agradece e quando Raimundo vai tirar um pacote de farinha, encontram um cofre escondido. Aida tem um mau pressentimento.

Um dos agentes da PJ vai a casa de Luis e partilha as novidades da investigação. Luis deixou de ser suspeito e talvez seja só chamado como testemunha. Depois do polícia ir embora todos ficam aliviados. Leonor observa que agora só falta Leo sair da prisão e Gustavo vai defendê-lo.

Naomi fala ao telemóvel e tenta saber o paradeiro de Fátima mas ninguém sabe dela. São muitos refugiados no mar. Naomi fica preocupada. Falam sobre Leo e Gustavo afirma que se ele disser toda a verdade talvez consiga ajudar.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close