“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

310º Episódio (22 a 28 de julho)

Adelaide entra em casa animada e agradece a Deolinda pela “fisioterapia”. João muito sério espera pela mãe e quer falar com ela a sós. São surpreendidos por um agente da PJ que vem prender João pelo homicídio de Nelson. Adelaide defende que o filho é inocente e revela que foi ela quem matou Nelson.

Adelaide fala ao telemóvel com João quando Deolinda lhe tira o telemóvel. Fala com João e explica que tem de ir a fisioterapia e depois vão dar um passeio. Pede para ele ligar mais tarde.

Naomi desabafa devastada com Diana que só sente desprezo da parte de Gustavo e não está a aguentar. Diana consola a amiga e assegura que eles precisam de tempo para que tudo volte ao normal. Naomi tem muitas dúvidas.

Na rádio, Vitória prepara-se para sair para ir fazer análises quando Gonçalo entra e explica que já resolveu o assunto de Nelson. Virou o jogo para que João seja suspeito da morte de Nelson. Pede à filha para irem jantar e Vitória aceita.

A saída, Gonçalo cumprimenta os colaboradores todos. Vitória sai a seguir e diz a Clara que vai fazer os exames e está cheia de medo. Clara sente pena dela e decide ir também. Vitória fica agradecida. Laura critica Clara e Celso defende a antiga namorada.

Deolinda leva Adelaide para o bairro e deixa-a na esplanada. Tinha isso combinado com Rui. Adelaide percebe que ali ninguém a olha de lado e sente-se bem. Perto dali, o homem que Gonçalo subornou fala com um agente da PJ sobre João.

Sofia vai visitar Leo e ele mostra-lhe uma música. Ela gosta e a seguir, Leo pede que ela va buscar uma pen a um amigo dele. Sofia aceita e há mais qualquer coisa no pedido dele que Leo não diz.

Luis e Vera falam com Leonor e têm de regressar a Portugal. Querem que ela arrume as duas coisas. Leonor chora e quer ficar ali. Vera assegura que as coisas se vão resolver e abraça-a. Luís impõe-se e Leonor aceita resignada que tem de voltar.

Diana desabafa com António sobre a doença de Rodrigo e sobre o bebé que esperam. António também faz o mesmo e sente-se culpado por não poder dar um filho a Marta. Nesse momento, ela entra toda contente com o bebé Manuel.

Adelaide e Deolinda bebem cerveja divertidas. Um rapaz do bairro pega em Adelaide ao colo e dança com ela. Deolinda fala sobre as pessoas do bairro com orgulho. Estupefata, Diana liga a Rodrigo a contar que a mãe dele está no bairro.

Rodrigo acha piada e pede que Diana tire uma fotografia de Adelaide no café do bairro. Aproveitando estar sozinho, abre o envelope do exame que Diana fez e descobre que vai ser pai de um rapaz. Muito emocionado, faz um novo vídeo. Quer chamar ao filho Afonso.

De saída, Natália vê os panfletos sobre o Síndrome de Down e percebe o que se passa com Júlia e o bebé. Fica com muita pena dela e acorda-a. Diz a Júlia para se alimentar e ir dormir na cama. Júlia agradece a sua preocupação.

Ao telefone, Vitória agradece a Clara e explica que não tem HIV, o seu exame deu negativo. Gonçalo aparece em casa dela com um cozinheiro chef que vai fazer um jantar especial para comemorar. Vitória alinha nisso.

Adelaide entra em casa animada e agradece a Deolinda pela “fisioterapia”. João muito sério espera pela mãe e quer falar com ela a sós. São surpreendidos por um agente da PJ que vem prender João pelo homicídio de Nelson. Adelaide defende que o filho é inocente e revela que foi ela quem matou Nelson.

Jacinta entra aflita na biblioteca e chama Nestor explicando que vão levar Adelaide e João presos. Ele fica chocado.

Os inspetores da PJ quer levar João mas Adelaide insiste que foi ela quem matou Nelson. Os agentes decidem então levar os dois. Nestor ordena a Jacinta que ligue ao advogado.

Diana e Rodrigo conversam divertidos sobre nomes possíveis para o bebé. Rodrigo recebe uma chamada da avó a contar o que se está a passar. Conta a Diana e saem apressados.

Muito nervosa, Carmo diz a Sofia para avisar Pedro que tem de ir a casa dos avós pois aconteceu algo grave. Sai. Pedro fica perplexo quando Sofia lhe conta o que aconteceu e não percebe porque é que Carmo não esperou por ele.

Na PJ, João é interrogado e assegura que não matou Nelson. Conta o que aconteceu naquela tarde e pede a presença do advogado. A seguir o agente interroga Adelaide e ela conta os detalhes de como matou Nelson. Refere ainda que tem o telemóvel dele para entregar como prova.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close