“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

237º Episódio (13 a 19 de maio)

Nelson preparou tudo para que pareça que Rodrigo teve um acidente de carro no descampado. Quando a polícia chega, Rodrigo ainda está inconsciente. Os agentes revistam tudo e encontram um saco com dinheiro e passaportes falsos. Nelson liga a Gonçalo a explicar que está tudo a correr como planeado.

Diana liga para todos os hospitais e Rodrigo não deu entrada em nenhum. Diana chora e António sugere-lhe que vá à polícia. Diana decide que antes disso vai falar com Júlia e António não acredita que Júlia a ajude.

Na escola de circo, Leo conversa convencido com um colega quando Leonor entra. Ele convida-a para o concerto e quer que ela apareça no seu vídeoclip. Leonor fica de pensar nisso. Depois dele se afastar, Leonor sorri e ainda não esqueceu Leo.

Em casa de Nelson, Rodrigo enfrenta Gonçalo sem medo e revela que sabe que ele é o “Português”. Gonçalo quer saber como é que ele soube da reunião e Rodrigo conta que recebeu um papel em sua casa com as coordenadas do local. Gonçalo dá instruções a Nelson.

Diana vai a casa de Julia e quer saber o que fizeram a Rodrigo e percebe que foi Júlia quem mandou o papel com as coordenadas. Júlia assegura que não era uma armadilha e quando Diana ameaça que vai à polícia, Júlia pede que ela não a procure mais.

Leonor vai ao estaleiro para fazer um trabalho e conversa com Carmo sobre Sofia. A jovem promete que vai ajudar Carmo a aproximar-se da filha de Pedro.

Na casa de chá, Pedro conversa com Sofia sobre o que ela gostava de fazer no futuro mas ela não sabe ainda. Falam também sobre Carmo e Pedro exige que a filha mude de atitude. Sofia recebe uma mensagem de Leonor.

Marta conta a António que já se desvinculou da companhia de dança. António receia que ela se arrependa disso mas Marta está decidida. Revela ainda que tem sentido dores e acima de tudo, não quer ser conhecida por dançar com uma prótese. Agora só quer resolver a questão com Júlia.

Narcisa procura Gustavo na associação e pede-lhe ajuda pois foi despedida injustamente. Precisa de trabalhar para sustentar dois filhos. Gustavo promete que vai ajudar e a seguir atende uma chamada de Marta.

Na marisqueira, Sara diz a Martim que vai pagar os ordenados nesse dia. Depois dele virar costas, mete algum dinheiro na caixa registadora. Diogo entra e conta que já se instalou na pensão e agradece-lhe por isso. Martim entrega a Diogo um recado para ele, é de Adelaide.

Júlia está nervosa e não quer ir a tribunal. Vitória fica impressionada ao saber que ofereceram 4 milhões de euros aos filhos de Fernando para chegarem a um acordo. Vitória conta ainda que Diana anda à procura de Rodrigo que desapareceu.

João conversa com Jacinta e Nestor que Adelaide tem de ir ao médico ver os tremores. Jacinta reconhece que a filha não está bem e conta a João que ela recebeu um cd e deitou-o no lixo. Quando mostra o cd ao neto, João repara que é um cd de Diogo Lemos.

Adelaide quer ajudar Diogo a sair da rua mas este esclarece que já tem a ajuda de Sara e recusa a sua caridade. Adelaide aceita a posição dele e pede-lhe que não diga nada aos seus filhos sobre o passado deles. Diogo já sabia que ela ia pedir isso.

Diana está desesperada porque foi à polícia e eles não vão fazer nada para encontrar Rodrigo. Tomaram nota e vão mandar alguém ao lugar. Diana tem a certeza que Júlia sabe algo e sente-se impotente.

Gonçalo entrega um saco a Nelson e este afirma, nervoso, que sabe o que tem de fazer. Depois dele sair, Júlia entra, muito nervosa, com a possibilidade de ter de ir a tribunal. Fala com Gonçalo sobre Rodrigo estar desaparecido mas este não se descai.

Nelson preparou tudo para que pareça que Rodrigo teve um acidente de carro no descampado. Quando a polícia chega, Rodrigo ainda está inconsciente. Os agentes revistam tudo e encontram um saco com dinheiro e passaportes falsos. Nelson liga a Gonçalo a explicar que está tudo a correr como planeado.

Júlia pergunta se está tudo bem com Gonçalo e disfarça o melhor possível a repulsa que sente dele. Pergunta diretamente se ele sabe de Rodrigo e Gonçalo responde que não.

Nelson assiste quando Rodrigo começa a acordar. Percebe que lhe armaram uma cilada e apesar de todas as súplicas, é detido pelos agentes da polícia.

Diana chora sem notícias de Rodrigo e Sara acha que ela deve avisar a família dele. Diana sente-se culpada por ter confiado em Júlia. Nesse momento, Rodrigo liga a contar que está preso.

Gustavo e Naomi conversam por vídeochamada. Este conta-lhe sobre a bigamia de Júlia e sobre o trabalho e Naomi revela que tem muitas saudades dele e de todos em Portugal. Diana aparece e conta a Gustavo que Rodrigo foi preso e precisa da ajuda dele. Gonçalo armou uma armadilha contra Rodrigo.

No bairro, Leo tem algumas ideias para o vídeo-clip e Gil assegura que já tratou de tudo. Rui aparece com o galo embalsamado e Raimundo goza com ele. Gil está pronto para ir jantar com Esmeralda e não acredita em boatos.

Na PJ, Rodrigo é interrogado e ninguém acredita na sua palavra. Gustavo acompanha-o e este insiste que foi incriminado por Gonçalo. Jura ser inocente e pede que falem com Zé Maria para o provar.

Adelaide faz uma pesquisa sobre Diogo e recorda a conversa que teve com ele. Fica perturbada. Jacinta vem chamar a filha muito nervosa, Diana está na sala e precisa da ajuda deles pois Rodrigo foi preso.

Todos estão muito nervosos com Rodrigo. Adelaide não acha normal que Diana não tenha dito nada antes. Quer arranjar um bom advogado para o filho e acusa a nora de não ter evitado o pior.

Na Somecel, Gonçalo informa Nelson que Rodrigo está detido. Agora é só esperar que o Ministério Público faça o seu trabalho. Tem mais um assunto para ele tratar, fala de Marta e Gustavo e Nelson fica muito nervoso.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close