“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

235º Episódio (6 a 12 de maio)

Gonçalo quer fazer uma proposta de 4 milhões de euros a Gustavo para os filhos de Fernando não avançarem com o processo. Júlia acha isso um absurdo e Gonçalo pede-lhe em troca que ela só tem de ir à reunião com os marroquinos e ficará com a dívida saldada.

Rodrigo não gostou de saber que Diana foi falar com Júlia. Assim, perderam o fator surpresa e Júlia pode contar a Gonçalo que eles sabem que ele é o «Português », o que deixa Diana angustiada.

Gonçalo fala ao telemóvel com Nelson e combinam uma reunião para o dia seguinte. Pede que o capanga lhe envie as coordenadas quando Júlia chega e ouve a conversa. Gonçalo vai buscar um café e Júlia anota as coordenadas no seu telemóvel sem que Gonçalo veja.

Deolinda aproveita o momento em que Luís está a colocar uma película no seu telemóvel para se aproximar dele. Jacinta entra e apanha Deolinda ali. Obriga-a a dizer a Luís que não foi ela quem pintou os quadros. Deolinda acaba por revelar que a verdadeira artista é Jacinta.

No mercado, Raimundo faz de homem estátua vestido de Amália. Interrompe o seu «trabalho » para atender uma chamada de Celso, o que o deixa irritado. Quando Rui se aproxima com o seu galo na mão, Raimundo fica em pânico com medo que ele o reconheça mas este não dá sinal disso e afasta-se.

No estaleiro, Vera fala ao telemóvel com Carmo e Pedro está preocupado. Vera assegura que ela está bem e refere que todos já sabem que ele e Carmo estão juntos. Pedro conta os problemas que estão a ter com Sofia e fica contente com a sugestão de Vera em aprensentar Sofia a Leonor.

Na clínica, João trata de Diogo e acha que deviam ir ao hospital. No entanto, Diogo recusa e conta que foi agredido por lhe quiseram roubar o telemóvel. Ouve a música que toca e reconhece-a. Assume que é violinista mas agora vive na rua, o que deixa João impressionado.

Diana chega à marisqueira e encontra Sara e os seus empregados estão muito atarefados. Martim recorda Sara que ainda não pagou os ordenados e já está dois dias atrasados. Diana acha estranho e refere que as pessoas têm contas para pagar mas Sara desvaloriza.

Marta está muito ansiosa com a sua estreia no seu novo papel. António garante que vai correr tudo bem e beijam-se. Marta informa-o ainda que Gustavo e Vera vão assistir em primeira fila.

Clara diz a Vitória que gostou muito da médica ginecologista e que afinal não está grávida. Quando vai a falar com Celso este é surpreendido pela namorada de um dos ouvintes que lhe bate, furiosa. Gil goza com ele e afirma que é melhor ele ir ao hospital.

Júlia escreve a informação sobre q reunião num papel e quase é apanhada por Gonçalo que chega a casa mais cedo. Inventa que precisa de ir à imobiliaria mas não vai demorar.

Sara descarrega alguns caixotes na garagem enquanto se certifica que ninguém a vê.

Gustavo aborda Júlia e avisa-a que vão avançar com dois processos contra ela: impugnação de partilhas e bigamia. Júlia liga Gonçalo a pedir ajuda e este aceita mas em troca pede-lhe que vá no lugar dele à reunião de marroquinos.

Rodrigo recebe um envelope de um estafeta e abre-o. Lá dentro está um papel com informação sobre a reunião. Diana acha que pode ser uma armadilha mas Rodrigo está disposto a ajudar.

Celso queixa-se a Vitória por ter levado umas chapadas e Vitória observa que ele é muito infantil e que seria complicado terem um filho. Celso fica picado e pressiona Clara que lhe diz que prefere ter um filho quando estiverem com a vida estabilizado.

Rodrigo e Diana já sabem onde é o local e Diana mostra vontade de ir com ele. No entanto, Rodrigo não quer arriscar e Diana implora para que ele leve alguém mas Rodrigo já tem tudo pensado e vai sozinho.

Gonçalo quer fazer uma proposta de 4 milhões de euros a Gustavo para os filhos de Fernando não avançarem com o processo. Júlia acha isso um absurdo e Gonçalo pede-lhe em troca que ela só tem de ir à reunião com os marroquinos e ficará com a dívida saldada.

Marta, António, Gustavo e Vera chegam a casa depois do espetáculo de Marta. Gustavo e António estão muito orgulhosos e querem festejar mas Marta não quer e prefere esperar para ouvir as críticas. António acha que só podem ser boas.

No dia seguinte, Martim diz a Carla que quer chegar cedo à marisqueira para falar com Sara sobre o pagamento do seu ordenado. Carla sugere que ele tire dinheiro da caixa e revela que faz isso com Jacinta e que ela não dá por nada. Martim não acha isso bem.

Deolinda devolve a Adelaide o cd que ela colocou no lixo, o que a deixa atrapalhada. João toma o pequeno-almoço e fica comovido quando os avós lhe dizem para não perder tempo com aquilo que não o faz feliz.

Marta fica muito magoada ao ler as críticas. São boas no geral mas todos referem o fato dela usar uma prótese. Declara que decidiu que a sua carreira como bailarina acabou e, apesar de não concordarem, António e Gustavo aceitam.