“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

73º Episódio (26 de novembro a 2 de dezembro)

No tribunal, o juiz absolve Vitória dos crimes que foi acusada. Fora de si, Marta grita com o juiz e tira a prótese diante de todos. Dirige-se a Vitória e chama-lhe monstro e que é a responsável por ela ter ficado sem perna, espera que ela fique bem com a sua consciência.

Adelaide pede desculpa a Carmo pela forma como tratou Celso e, para se redimir, sugere que a filha o traga para jantar lá em casa. Aparentemente, quer conhecê-lo melhor, o que deixa Carmo desconfiada.

No templo, Jacinta está convencida que o pastor vai ajudar Deolinda mas ele desaprova a presença dela ali. Incomodada, Deolinda fala sobre o dinheiro que doou e o padre disfarça que só sobe de patamar lá dentro quem paga mais. Jacinta exige que Deolinda fique para as leituras e o pastor vê-se obrigado a deixar ficar.

Na marisqueira, Nelson e Ana conversam divertidos sobre la forma como se conheceram. Alex observa e pergunta a Eduarda quem é aquela mulher mas esta não quer saber, está contente pelo irmão ter alguém e não pensar só em trabalho. Ana e Nelson saem juntos para casa dela.

Naomi sente-se desesperada com a atitude de Aida e reforça que devia ser Gustavo a defendê-la. Aida explica que Gustavo não a percebe e apesar das súplicas da filha, não vai recuar pois tem a certeza que Leo será preso.

Diana faz mais uma sessão de regressão com o hipnotizador e Giacomo. Vai até à sua infância e recorda um momento em que a sua mãe a embala. Fica muito agitada e tem de ser “acordada”. Giacomo fica furioso e pede-lhe que se esforce mais mas o hipnotizador observa que têm de ter calma.

Fernando vai visitar Leonor e Cecília agradece ao pai por toda a ajuda que deu para encontrar a neta. Emocionado, Fernando abraça Leonor e pergunta-lhe o que quer fazer. Esta não quer fazer nada e vai para o quarto deixando o avô triste e frustrado.

No tribunal, o juiz absolve Vitória dos crimes que foi acusada. Fora de si, Marta grita com o juiz e tira a prótese diante de todos. Dirige-se a Vitória e chama-lhe monstro e que é a responsável por ela ter ficado sem perna, espera que ela fique bem com a sua consciência.

Daí a pouco, Vitória corre para a casa de banho e vomita e chora a descarregar toda a pressão que tem em cima. Sente-se muito mal mas Júlia acalma a filha.

Diana sai do tribunal, onde assistiu a tudo, muito abalada. Marta ordena ao pai que esqueça que ela existe e apesar de Gustavo querer recorrer, recusa-se a passar por aquilo novamente.

Luís e Cecília estão muito preocupados com Leonor e acordam reconciliar-se para o bem da filha.

Diana sente que Vitória pode ser mesmo culpada e sente-se mal por ter abandonado a filha ao cuidado de uma louca. João desvaloriza mas Diana não consegue ficar em paz.

Nelson e Lucas conversam sobre a situação complicada de Aida e apesar das súplicas de Lucas, Nelson não pode eliminar provas do processo. Se ele quer ajudar os Andrade, está por sua conta.

Naomi esquiva-se a falar com Leo quando começam a ouvir gritos. São agentes do SEF a levar um vizinho que está ilegal em Portugal. A mulher dele fica arrasada e Naomi vai consolá-la.

Depois de ter assistido a tudo, Aida entra em casa e reza para sentir algum conforto. Leo decide entregar-se à polícia mas a mãe não o permite e avisa que será a palavra dele contra a dela.

Na casa de chá, Clara fica chocada com o desfecho do julgamento e Gustavo partilha que Marta não quer recorrer a decisão do juiz.

Vitória chega a casa muito frágil, apoiada por Júlia. Pensou mesmo que ia ser condenada e, no seguimento disso, afirma diante de Júlia que quer saber quem é a família do seu pai. Júlia quase desfalece ao ouvir aquilo.

Adelaide convoca André para um encontro num hotel daí a quinze minutos. Este assente, nervoso, e Adelaide pede que justifique a sua ausência com uma reunião com um cliente.

Carmo convence Celso a ir jantar a sua casa e este aceita o convite mas avisa que irá embora à primeira humilhação. Beijam-se apaixonados.

Luís e Cecília chegam a casa com Leonor, vindos da psicóloga. Vera dá uma revista a Leonor, igual à que Camila roubou quando estavam em cativeiro. Desaba a chorar sem que ninguém perceba o porquê.

Na rádio, Francisca partilha com Rodrigo que conseguiu marcar a entrevista com Cecília como um caso de superação. No entanto, acha desumano expor Leonor também. Rodrigo aplaude o sucesso dela e acha que Paulo também vai ficar bem disposto.

Júlia vitimiza-se diante de Fernando por Vitória agora querer saber quem é a família do pai. Fernando recorda-a que ela está naquela situação por opção e mostra-se pouco compassivo. Júlia reclama a sua falta de apoio.

Clara está revoltada com o verídicto do tribunal em relação a Vitória. Para desanuviar, desafio Celso para saírem. Este fica atrapalho mas aceita, explicando que tem um compromisso mas irá ter com ela a seguir.

Na marisqueira, Marta janta com a sua família e sente muita raiva. Margarida fica atrapalhada quando vê Vera entrar para jantar com António. Este aproxima-se de Marta e pede-lhe que venha ter com ele à escola de circo, no dia seguinte. Durante o jantar, Vera partilha com António que não se sente bem a viver em casa da irmã.

Diana comenta com João que sabe que corre risco de vida com Giacomo mas está decidida a continuar a regressão para ver a mãe.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close