“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

71º Episódio (26 de novembro a 2 de dezembro)

Em Angola, Agostinho indica a Nestor qual é a campa de Lucinda e Lorena e este coloca lá flores, emocionado. Ao ler a inscrição da urna, fica chocado ao perceber que Lorena teve um filho, o que significa que tem mais um neto.

Francisca reclama com André por ele chegar a casa tarde e este explica que teve um dia difícil. Francisca arrepende-se de ter sido chata e muda de assunto. Sugere que arranjem uma empregada ucraniana e Zé Maria acha mal que dêem trabalho a uma estrangeira quando há tantas portuguesas a precisar de trabalhar.

João desabafa triste com Diana por causa do que se passou com Nelson. Diana continua a achar que Nelson não é boa pessoa e acha que João deve ter cuidado. A seguir, Diana fala do julgamento de Vitória e declara que gostava de estar presente para apoiar a filha.

Marta surpreende Fernando e declara que já não o considera seu pai pois este revelou-se um monstro. Fernando tenta defender-se mas Marta não lhe dá ouvidos. Júlia e Vitória interrompem e Júlia intervém na conversa, dizendo que não admite que Marta as ofenda. Marta chama criminosa a Vitória e vira-lhe as costas.

Já em Angola, Nestor reecontra-se com Agostinho, um antigo companheiro do tempo da guerra. Abraçam-se com saudades e depois de recordarem alguns momentos, Nestor pede ao amigo que o leve a visitar a campa de Lucinda e Lorena.

Vera espera por notícias de Itália quando recebe uma mensagem de António e não sente motivação nenhuma para lhe responder. Cecília liga e Vera fala, emocionada, com Leonor que afirma que quer muito voltar para casa. Vera afirma que está à sua espera mas Leonor ressalva que só volta para Portugal depois de saber onde está Camila.

Adelaide comenta, irritada, com André que Vera fez as plantas de um navio com os valores de escala todos errados e que não pode deixar passar isso em branco. André finge-se surpreendido e fala com ela sedutor.

Na rádio, Paulo sai apressado para o julgamento de Vitória quando Beatriz aparece para dar satisfações a Rodrigo. Este leva-a para o gabinete de Paulo para falarem a sós. Beatriz declara que decidiu ir para uma clínica de reabilitação mas quer ter a certeza de que pode contar ainda com ele na sua vida. Rodrigo declara que não quer voltar para ela pois não esqueceu ainda Diana. Beatriz despede-se dele triste.

Diana treina no tecido acrobático e Naomi observa admirada os movimentos da professora. Acaba por treinar também enquanto desabafa sobre o que se está a passar com Aida.

Júlia e Vitoria estão de saída para o julgamento e pressionam Fernando para ir com elas mas este inventa uma desculpa e afirma que irá lá ter mais tarde. Júlia percebe que algo não está bem e recorda-o que estão a contar com ele, deixando-o nervoso.

Clara está muito nervosa por ter de ir a tribunal e Celso observa que não há razão para isso, pois é muito melhor que Vitória. Raimundo entra em casa de semblante carregado e Deolinda também, deixando Celso e Clara sem saber o que se passa entre eles.

Vera entra apressada no estaleiro e André manda-a falar com Adelaide no gabinete dela. Vera vai ao encontro da patroa que lhe faz duras críticas e aos seus erros no trabalho. Vera explica que não pode ter sido ela a colocar mal os valores de escala pois conferiu isso tudo mas Adelaide já tomou a decisão e despede-a sem dó nem piedade.

Cecília recebe uma chamada da polícia a informar que encontraram um corpo que julgam ser de Camila e precisam que Leonor a identifique. Apesar de ser muito violento, Leonor faz questão de ir.

Vitória e Júlia estão à espera de Fernando no corredor do tribunal quando Margarida se aproxima e provoca-as por Fernando não estar ali. Gustavo recebe uma chamada e sai para a rua para atender pois é muito importante.

Durante o julgamento, todos os intervenientes e testemunhas são ouvidos até que Gustavo entra na sala com Alda, uma vizinha de Júlia e Vitória e afirma que ela é uma testemunha fundamental no processo para apurarem a verdade. O juiz assente em ouvir.

Em Angola, Agostinho indica a Nestor qual é a campa de Lucinda e Lorena e este coloca lá flores, emocionado. Ao ler a inscrição da urna, fica chocado ao perceber que Lorena teve um filho, o que significa que tem mais um neto.

No tribunal, Aida é interrogada e conta diante de todos que viu Vitória chegar na noite do atropelamento de Marta a casa, perturbada, por volta da meia noite. Furiosa, Vitória chama-lhe mentirosa e o juiz põe ordem na sala.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close