“Amor Maior”: Francisca provoca acidente e coloca Marta e Daniela no hospital

Francisca não vai olhar a meios para ficar com Manel. Obcecada, a vilã vai colocar a vida de Marta e Daniela em risco para evitar que o policia e Clara se casem. As cenas vão para o ar em breve, em “Amor Maior”.

Amor Maior

Amor Maior

Tudo acontece no dia marcado para o enlace. Francisca conduz, apressada, o seu carro de alta cilindrada enquanto Marta, sentada ao seu lado, está em pulgas para chegar à festa. «Ainda falta muito? Queria ver a Clara antes de ela sair de casa da dona Dolores», diz a miúda, entusiasmada com a boda da irmã mais velha.

«Cala-te, Marta. Não quero ouvir mais nada», grita a psiquiatra, furiosa e irritada por a sobrinha mais velha se preparar para se casar com o homem que ela ama.

Consciente de que vai aborrecer a tia e madrasta, Marta provoca-a ainda mais: «Estou contente, não posso? Ao contrário de ti, estou superfeliz… O casamento vai ser tão lindo. Já os imaginaste, a minha irmã vestida de noiva ao lado do Manei!», refere a adolescente.

Daniela, que está no banco de trás do automóvel, teme que a conversa possa gerar ainda mais ódio. «Cala-te de uma vez. Este casamento não devia acontecer!», ordena Francisca, já alterada.

Marta, porém, não se deixa intimidar: «Mas vai acontecer. Espero que um dia também encontre uma pessoa que goste assim de mim… Que esteja tão apaixonado como o Manel está, que é capaz de fazer tudo pela Clara!», anuncia a miúda, sem um pingo de medo.

Nessa altura, cega de ódio, Francisca dá uma guinada brusca no volante, o carro descontrola-se e têm um acidente, que se revela trágico. Um motard passa pelo local e tenta perceber se há feridos. «Sente-se bem?», pergunta ele à condutora. Francisca olha, atordoada, para o homem e para o aparato exterior.

Marta está inconsciente, tem escoriações na cara e nos braços. Daniela fica assustada ao ver a irmã assim e tenta chamá-la. «Mana…mana, acorda!», pede a pequena, já a chorar. A psiquiatra apercebe-se de que a sobrinha está gravemente ferida.

Pouco depois, chega uma ambulância e leva a jovem para o hospital. A vilã vê neste episódio o momento perfeito para acabar de vez com o casamento de Clara. Pega no telemóvel e, com a voz embargada por uma aparente dor, liga a Manel.

A chorar, descreve a situação: «Estava a caminho do hotel. Tivemos um acidente. A Marta… não sei bem como ela está. Os paramédicos vão levá-la para o hospital. Perdi o controlo do carro e despistei-me».

Já no hospital, Marta está deitada na cama, com um colar cervical colocado no pescoço. Sentada ao seu lado, Daniela tem alguns arranhões nos braços, mas está bem melhor do que a irmã mais velha.

Nesse momento, Clara entra no quarto, em pânico. «Estás bem?», pergunta ela. Marta sossega-a e percebe nesse momento que não houve casamento. Aliás, a irmã ainda está vestida de noiva e tem o rosto desfigurado pela dor.

A amada de Manel, porém, responde que não há problema, pois o importante é que as manas estejam bem de saúde. Mesmo assim, Marta sente muita raiva: Francisca conseguiu estragar o dia mais feliz de Clara, mais uma vez.

Recorde-se, que no entanto, Clara e Manel casam-se, mais tarde, numa cerimónia mais intima.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas