Atriz portuguesa engordou 25kg para filme e ficou viciada em comida


É o Amor

Anabela Moreira chegou a engordar 25 quilos para um papel e acabou viciada em comida. Foi intenso, mas intenso parece ser o nome do meio da atriz que agora pode ser vista no meio das peixeiras de Caxinas, no mais recente filme de João Canijo, “É o Amor”. Em entrevista ao Sol, a mulher que adora desempenhar papéis difíceis conta como foi viver numa casa de chuto e deixar crescer o buço.

A atriz Anabela Moreira, protagonista do último filme do realizador João Canijo sobre as peixeiras de Caxinas, faz sempre um ‘estágio’ antes de mergulhar nas suas personagens. Se têm um papel de prostituta vai trabalhar infiltrada para uma casa de alterne, se vai encarnar uma mulher que trabalha no campo, e que chega a dormir com o irmão, então deixa crescer o buço e engorda 25 quilos.

Aliás essa sua transformação física foi feita à custa da sua saúde, consequências de uma profissão mal paga em Portugal. «Foi só começar a comer. Comia Cerelac de manhã à noite, chocolates…», conta a atriz. Tudo porque «fazia sentido que aquela mulher não fosse feminina. (…) Não queria que quando ela tivesse uma relação sexual com o irmão fosse uma coisa sensual. Queria uma coisa animalesca, rude chocante», lembra Anabela Moreira à revista Tabu, do jornal Sol.

«O problema foi que quando fechei aquela porta do filme, não conseguia parar de comer», confessa a actriz e explica: «Se via qualquer coisa com gordura ou açúcar e tentava resistir, ficava ansiosa, como se fosse toxicodependente», conta, adiantando que ia ao ginásio e não conseguia emagrecer.

O problema só passou quando Anabela procurou a ajuda de um médico que lhe receitou comprimidos para controlar a ansiedade. Mal os começou a tomar emagreceu. «Perdi 25 quilos em quatro ou cinco meses», lembra.

Depois do estágio em Caxinas para interpretar uma peixeira em “É o Amor”, filme em que contracenava com mulheres de pescadores reais e não atrizes, Anabela Moreira prepara-se para ir a pé a Fátima, mais um treino para um projeto de João Canijo.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close