Audiências de TV em junho de 2014


Mundial trás o 2º lugar à RTP, mas não rouba a liderança à TVI. 


Share Junho

A TVI fechou junho na liderança, com 21.8%, contra 19.7% da RTP e 18% da SIC. Com evidente subida por parte da RTP, é de destacar que, neste mês, a TVI aumentou a sua vantagem face à SIC, passando de 3,3% para 3,7%, comparativamente ao mês passado. A SIC foi a estação mais afetada pela chegada do Mundial à RTP.

 

Com 6 meses, as médias de 2014 são:

Media Anual Junho

 

As três apostas de Domingo à noite

A televisão atravessa uma fase pouco comum, a de ter três programas ao domingo à noite, sem destaque para nenhum deles… Com duas estreias em Televisão Nacional por parte das privadas, nenhum dos canais se tem destacado, apesar da TVI ter saído vitoriosa ao longo das semanas.

Na RTP, o já conhecido “The Voice Portugal” tem conquistado portugueses e conquistou, também, o 2º lugar, com média de 10.12%.

Nas privadas inverteram-se os papéis: A SIC, casa de talent shows, apostou em “O Poder do Amor”. Onde treze casais atravessam variados desafios. Com seis programas emitidos, vai em 3º lugar, com média de 8.6%.

Na TVI, onde são mais frequentes os reality shows, surge «o programa do ano»: o “Rising Star – A Próxima Estrela” é a aposta da TVI desde maio. Apesar de estar em 1º lugar, com média de 11,07%está longe de ser o programa do ano, já que é a pior aposta de domingo à noite, das 3 já apresentadas pela TVI em 2014.

 

Sabadabadão e a Ficção Nacional!

Com o fim de “Masterchef Portugal”, a TVI voltou à antiga aposta: a de colocar duas novelas no horário nobre de sábado. Tendo a SIC o “Sabadabadão” no ar desde maio, a luta tem sido praticamente nula. Por muito que em comunicados se diga, dos lados de Carnaxide, que o programa «está a ser como esperado», «é um bom programa» e que «dá gosto aos 2 apresentadores fazê-lo», o que é certo é que o mesmo não se tem refletido nas audiências, ou seja, na opinião do público.

Com o seu melhor valor na estreia, com 10,8%, o programa de Júlia e Baião tem vindo a cair e, em junho, não conseguiu mais que 6,8%, atingindo o seu recorde negativo na última semana, com 4,8/13,2%. Assim, semana após semana, as produções de ficção apresentadas pela TVI (“O Beijo do Escorpião” e “Mulheres”) têm somado vitórias confortáveis…

Com oito programas emitidos, o “Sabadabadão” vai com uma média de 6,53%. Não esquecer que, no mesmo horário, “Masterchef Portugal” terminou com média de 13,52% (13 programas), com recorde negativo de 11,5%  – superior ao recorde positivo de Sabadabadão (10,8%).

 

Horário Nobre das Estações Privadas

Junho fica marcado, em primeiro lugar, pela chegada de “Mulheres”, a nova aposta da TVI. Com estreia no domingo (1 de Junho), “Mulheres” saltou para o 3º horário, onde estava já “A Guerreira” na SIC. Apesar do efeito que “Mulheres” teve, de melhorar os valores obtidos pelas apostas anteriores, a novela não conseguiu liderar um único dia contra a rival. Apenas ao sábado, em que a novela é emitida depois de “O Beijo do Escorpião”, tem liderado sempre contra “Sabadabadão”, aposta da SIC.

Entre “Belmonte” e “Amor à Vida” a luta é mais complicada… Com liderança partilhada entre os 2 produtos, registam-se 2 empates, 7 vitórias para a novela da SIC e 12 vitórias para a da TVI.

No primeiro horário, “Sol de Inverno” é a novela preferida dos Portugueses desde a estreia de “O Beijo do Escorpião”. Com escassos episódios de liderança, a TVI vê-se, desde fevereiro, com aquele horário perdido… Tal mudou na última parte do mês de junho, em que os papéis se inverteram.. Assim, a novela protagonizada por Dalila Carmo e Sara Matos conseguiu 6 vitórias consecutivas contra a rival, coisa que nunca antes tinha acontecido.

Novo “Portugal em Festa”

Como é do conhecimento de todos os que acompanham as audiências diárias da televisão portuguesa, o “Portugal em Festa” tem tido um trabalho difícil em vencer contra o “Somos Portugal”, que tem liderado semana após semana, chegando a ter duplos e triplos valores face à rival SIC. Na tentativa de mudar esse panorama, a SIC apostou em alterações ao programa, retirando os atuais apresentadores e colocando João Baião no comando do programa. Com algum efeito na estreia, logo se percebeu que o objetivo não foi cumprido.

As novelas da tarde

Pelas tardes das estações privadas passaram, no mês de junho, seis produtos de ficção (dois da Globo na SIC e quatro produtos nacionais na TVI).

“A Outra” e “Flor do Mar” são as apostas da TVI ao início da tarde, contra “Senhora do Destino”, na SIC, onde a TVI tem sido evidente líder, dia após dia, apesar de se avistar uma altura apertada, já que “Flor do Mar” não tem sido o sucesso que a novela de Tozé Martinho foi.

“Doce Fugitiva” e “Feitiço de Amor” ocupam o fim da tarde, contra “Em Família”. E é aqui que se a TVI se destaca, já que os seus produtos – reposições – têm conseguido levar a melhor contra uma produção da Globo inédita em Portugal.

Mundial chega e Tudo muda, ou quase tudo! 

O Mundial move, de facto, multidões… A prova disso é o Mundial 2014, emitido quase na totalidade pela RTP, e que fez a estação pública chegar ao 2º lugar na média de junho.

Partindo de 15,2% contra 20,34% da SIC (antes do Mundial), a RTP conseguiu fechar o mês com uma considerável média de 19,7%, contra 18,% da SIC. Não chegou, no entanto, para alcançar a TVI, que fechou as contas com 21,8%.

Portugal jogou 3 vezes, e por 3 vezes a RTP rebentou em audiências, no entanto, o melhor dia da estação foi no dia da Abertura do Mundial, com 28,5% share.

top 15 pgm Junho

 

Os melhores e Piores

O Melhor dia:

RTP – 28,5%  no dia 12 – Abertura do Mundial 2014

SIC – 23,3% no dia 5

TVI – 24,2% no dia 27

O Pior dia:

RTP – 12,9% no dia 1 – Estreia de “Mulheres” e a estreia do novo “Portugal em Festa”

SIC – 12,8% no dia 22 – Dia em que Portugal enfrentou os EUA no Mundial

TVI – 18,4% no dia 22 – Dia em que Portugal enfrentou os EUA no Mundial

 

Por Ricardo Lopes

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close