Audiências: Saiba como correu o “Natal dos Hospitais” 2016

A RTP1 exibiu ontem o mais histórico dos programas desta quadra. A edição de 2016 do “Natal dos Hospitais” ocupou a manhã e a tarde.

O formato de manhã assumiu a vice-liderança das audiências ao marcar uma audiência média de 2,6, um share de 20,6% e 253,000 espectadores em média.

O período foi liderado na maior parte do tempo e em média pelo “Você na TV!” com um resultado de 4,2/29,1% (407,700 espectadores em média) para a TVI.

O “Queridas Manhãs” passou ontem para terceiro lugar e colocou a SIC com um valor de 2,3 de rating, 15,8% de quota média de mercado e 225,300 espectadores em média.

Da parte da tarde o cenário foi diferente e o “Natal dos Hospitais” ocupou a liderança em média das audiências com um valor crescente ao longo da emissão.

O tradicional programa da RTP1 registou, no período vespertino, um rating de 6,6, uma quota média de mercado de 27,2% e 641,600 espectadores em média.

A TVI ainda liderou com “Deixa Que Te Leve” a registar 4,5/25,9% (433,700 espectadores em média). O resto da tarde foi passado na vice-liderança.

O “A Tarde é Sua” fixou-se nos 3,5/14,7% (339,500 espectadores em média) e o diário do “Secret Story 6”, 7,1/16,6% (682,800 espectadores em média).

A SIC esteve durate todo o período em terceiro lugar. a tarde começou com “Laços de Sangue” a marcar 2,0/11,8% (197,000 espectadores em média).

No coração do período vespertino Carnaxide marcou 2,0/8,4% (193,600 espectadores em média) com o “Grande Tarde”. A faixa fechou com os 4,6/11,0% (446,600 espectadores em média) com “Sassaricando”.

Os dados apresentados são provisórios, da responsabilidade da CAEM/GfK e podem sofrer alterações. Inclui Vosdal.

Pode consultar mais dados no fórum Zapping.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close