Audiências: TVI lidera há 14 anos consecutivos

"

2018 fica novamente marcado para a TVI, por uma liderança consolidada e indiscutível na sua oferta televisiva, desde a Informação ao Desporto à Ficção e ao Entretenimento, pelo 14º ano consecutivo.

A TVI obteve um share no total dia 19,9% e no horário nobre 23.6%, mantendo grande diferença para o seu mais direto concorrente com +3.5% de share no total dia e 3.2% no prime time, de acordo com a Gfk.

No que respeita ao target Adultos, a TVI obteve um share ainda mais elevado, tendo no total dia 20.8% e no horário nobre 24.2%.

 Liderança na Informação:

A informação alcançou resultados históricos em 2018. O “Jornal das 8” foi o noticiário mais visto em 81% dos dias do ano, com uma audiência média de 949 mil espectadores a que correspondeu uma quota de 22.3%.

O jornalista Miguel Sousa Tavares é o responsável máximo pela linha editorial da edição do “Jornal das 8” à segunda-feira, sempre com excelentes resultados.

A rubrica “Deus e o Diabo” marca o regresso de José Eduardo Moniz à antena da TVI, num formato inovador e com provas dadas liderando de forma destacada.

De salientar também “Global” de Paulo Portas, todos os domingos, espaço de comentário da atualidade internacional.

“Ana Leal”, o espaço de informação dedicado ao jornalismo de investigação da TVI, com liderança no horário, obteve uma audiência média de 1 milhão 120 mil indivíduos, a que correspondeu uma quota de mercado de 24.2%. Outro dos destaques vai para o “Repórter TVI”, com 1 milhão 70 mil indivíduos e 24% de share e também para os excelentes resultados obtidos pelo “Segredo dos Deuses”.

Nota também para mais um ano de liderança do “Jornal da Uma” em que obteve a preferência dos portugueses em quase 74% dos dias.

Liderança no Desporto:

Este ano, marcou também lugar no pódio a transmissão em exclusivo da “Liga dos Campeões”, que obteve um share líder de 41,1% e uma audiência média de 1 milhão e 900 mil indivíduos. No target masculinos, o share sobe para 49,5%.

Liderança no Entretenimento:

 Terminada a segunda série de “Pesadelo na Cozinha”, reafirmou-se como o programa de entretenimento mais visto na televisão portuguesa, com uma audiência média de 1 milhão e 371 mil espectadores e um share de 29,3%, destronando por completo a concorrência.

De salientar, os excelentes resultados do programa “Conta-me Como És” apresentado por Fátima Lopes, e emitido ao início das tardes de sábado, que registou um substancial crescimento para a estação nesse horário, com cerca de 550 mil espectadores, em média, todas as semanas.

Também “MasterChef Júnior” teve, de uma forma destacada, a preferência dos portugueses. Já para o final do ano estreámos duas edições especiais do “MasterChef”, tendo liderado nos seus horários de exibição. Ambos ultrapassaram  mais de 1 milhão de espectadores médios.

Tivemos o “Secret Story 7: Casa dos Segredos”, que nos acompanhou ao longo de 14 semanas liderando todos os domingos. Tal como aconteceu nas semanas seguintes, com o “Secret Story: O Reencontro”.

Em agosto, terminou mais uma edição da  “A Tua Cara Não Me é Estranha” que obteve, uma audiência média de 995 mil espectadores e um share de 27,4%.

Nas manhãs, “Você na TV” é o programa preferido dos portugueses ao registar, em 2018, uma audiência média diária de 365 mil espectadores, correspondendo a um share de 26%.

Na reta final do ano, Manuel Luis Goucha e Rui Oliveira, convidaram os portugueses a entrar no seu Monte do Alentejo, partilhando momentos inesquecíveis num cenário extraordinário. E os portugueses aderiram em massa. O programa fez a diferença nas manhãs da televisão portuguesa.

A mesma liderança de consumo para “A Tarde é Sua”, que registou 355 mil espectadores e um share de 16.7%, reafirmando-se como o programa líder nas tardes.

O “Somos Portugal”, mantém-se em 2018 como o programa preferido das tardes de domingo, com uma audiência de 689 mil indivíduos e 21.5% de share.

Liderança na Ficção:

Em exibição “Valor da Vida” é atualmente a novela mais vista em Portugal que regista uma audiência média de 1 milhão 79 mil espectadores e um share de 24.4%.

“A Teia”, a produção de ficção policial tem conquistado os portugueses com uma audiência media de 779 mil espectadores , liderando perante a concorrência.

O ano que terminou ficou também marcado pelo fim de grandes produções de Ficção Nacional.

“A Herdeira”, emitida em 2018, revelou-se uma novela de grande sucesso e a mais vista em Portugal, tendo obtido uma audiência média de 1 milhão e 243 mil espectadores e um share de 27.7% .

A novela “Jogo Duplo”, liderou no seu horário de exibição perante o produto de ficção da concorrência, com uma audiência média superior a 810 mil espectadores e um share de 23,4%.

O final da primeira série “Onde Está Elisa?”, obteve uma audiência média de 450 mil espectadores e um share de 20%, ganhando no seu horário perante o programa emitido no mesmo horário noutro canal.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close