“Bairro”: resumo de 24 a 30 de março

Anterior1 de 5Seguinte

Episódio 6

Diana vai buscar Manel à escola e pede ao filho que lhe prometa que nunca vai sair da escola sozinho e que a partir de agora só ela é que o deixa lá e o vai buscar. Manel jura e pergunta à mãe porque é que está tão preocupada. Diana reconforta o filho e promete contar-lhe mais tarde. Ao chegar a casa entrega Manel a Nicha e dá de caras com Afonso. Ela descompõe o ex-namorado e avisa-o para se manter longe do filho.

Diana relembra Afonso que este é procurado pela justiça e que mesmo fugido foi condenado a dezoito anos de prisão. Afonso reclama que tem o direito de ver o filho mas Diana afirma que ele vai ter de pedir autorização ao tribunal e assim ela também pede uma pensão de alimentos pelos últimos dez anos.

Francisco chega a casa e Almerinda diz-lhe que tem uma visita, Bazófias, encontrou-o na rua a pedir esmola. Francisco saúda Bazofias e recordam os velhos tempos.

Diana diz a Batman que tem uma maneira de se livrar da sala de jogo do falecido Tibério e de Afonso. Ela conta-lhe o plano e depois vai falar com Luís para que o advogado lhe arranje um contrato promessa da discoteca em nome de Afonso.

Bazófias conta a Francisco e a Zé Cigano que conseguiu persuadir Rodolfo a fazer um negócio com ouro. Francisco ouve a forma como Bazófias conseguiu enganar o traficante. Necas e Clara combinam assaltar Rodolfo com o ouro, ela pede-lhe lume para o distrair e Necas consegue roubar a mala. Ele ainda é perseguido, contudo consegue escapar.

Francisco vai até ao café de Bazófias e conversa com ele sobre o pesadelo que teve ao tentar arrancar uma caixa multibanco e que aquilo nem se movia. Bazófias diz que nem com a força de cem homens conseguiria mover a caixa multibanco, só utilizando uma retroescavadora. Francisco fica com um ar intrigado.

Francisco, Zé Cigano e Tosta Mista andam à volta de uma retroescavadora que está parada na tentativa de a roubar. Zé Cigano encaminha-se para a retroescavadora, olha em volta, não vê ninguém e sobe. Senta-se e estuda a máquina. Depois põe-na a trabalhar, acende os faróis e arranca.

Francisco corta os fios da câmara de vigilância, para que não sejam vistos, entretanto Zé Cigano entra no estacionamento a conduzir um BOBCAT e encosta-o devagar à caixa multibanco. Francisco dá indicações com a mão enquanto Zé Cigano procura pôr os mecanismos da máquina a trabalhar. A pá entra pelo chão e arranca a caixa, enquanto Francisco ajuda a que ela fique segura. Eleva o hidráulico com a máquina, ficando só um buraco na parede, mostrando os efeitos da brutalidade do assalto.

No café Batman paga a Bazófias pelo serviço prestado, este retira-se e Bazófias conta as notas verificando o dinheiro, indeciso com o maço de notas na mão, mete num bolso, depois no outro. A seguir esconde-o numa lata que tem no café. Não se apercebe que Almerinda o está a vigiar.

Almerinda, dengosa vem e abraça e beija Bazófias à procura de algo mais, mas ele diz que está a trabalhar e que não lhe apetece, ela empurra-o e diz que ele já não gosta dela e que se quer provar que sim, então dê-lhe dinheiro para comprar uns sapatos novos, ao qual ele responde não ter dinheiro. Almerinda furiosa agarra a caixa onde Bazófias escondeu o dinheiro e chama-o de mentiroso e sovina. Bazófias tenta arranjar uma desculpa mas Almerinda vai-se embora deixando-o a suspirar com ar de vencido.

Batman conta a Diana que Afonso caiu na história dela e aceitou ficar com o negócio da discoteca e da sala de jogo. Luís avisa Diana que o contrato que ela lhe pediu pode ser um grande problema. Diana pede-lhe que não se preocupe e avisa que ele é pago para fazer o que lhe mandam e não para perguntar o porquê.

Diana chega à discoteca onde a esperam Batman, Afonso e o gerente. Ela dá o contrato falso e depois do ex-namorado o assinar dá-lhe um tiro, o gerente fica assustado e Diana dispara dois tiros sobre este. Diana e Batman recompõem o ambiente de modo a parecer um tiroteio entre os dois e saem.

Gervásio e Ravara inspecionam a discoteca e percebem que Afonso ainda está vivo, chamam uma ambulância com urgência e descobrem o contrato-promessa no chão. Estes ficam baralhados por descobrirem que Afonso era sócio do gerente de Tibério e Carlos revela que Afonso era procurado por homicídio há muito tempo.

Diana fica furiosa quando Batman revela que afinal Afonso não morreu, mas que está num hospital entre a vida e a morte. Ela sai decidida em direção ao hospital, consegue- se infiltrar, e ao chegar ao quarto onde está Afonso, pega num almofada e sufoca-o até a morte.

Anterior1 de 5Seguinte
Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close