“Belmonte”: Resumo de 1 a 7 de setembro


Resumo dos episódios de “Belmonte” de 1 a 7 de setembro

Episódio 257

Beatriz vai até à estalagem e dá de caras com Sofia. Acorre a perguntar se sempre fez o que lhe pediu. Ela confirma e pede em troca que Beatriz espalhe a notícia de que Carlos é estéril e que, como tal, o filho de Inês não pode ser dele.

João está muito embriagado. Discute com José que o tenta ajudar e vai até à estalagem. Uma vez lá, tenta falar com Paula mas ela apercebe-se do estado dele e sai, deixando-se sozinho com a bebida.

No jantar dessa noite, em casa dos Belmonte, José tenta picar Inês e perceber se ela está mesmo grávida de um filho de Carlos. Força o tema e deixa todos muito incomodados, incluindo Lucas.

Também pela hora de jantar, Henrique vai ter com Joaquim e dá-lhe a boa notícia: Ana assinou os papéis para a venda da estalagem. Joaquim acaba por confessar que está junto com Beatriz e ele diz que já sabia, bem como Ana e que, mesmo assim, depois da intervenção de Ivo, a mulher acabou por assinar tudo.

Sofia encontra João sozinho na estalagem e aproveita para falar com ele. Dá a entender que esta será a derradeira conversa entre os dois.

No café Figueira, Lídia insinua-se a Hugo e o rapaz, com naturalidade e sem maldade, dá-lhe conversa. Rosário fica furiosa e pede dispensa a Rafael para ir tratar dos assuntos da Faculdade.

Ao jantar, na herdade, José faz algumas perguntas a Inês sobre a ida a Londres. Inês mostra-se aborrecida com as constantes perguntas dos irmãos Belmonte e volta a salientar que nada tem a ver com os esquemas do marido. A rapariga sai disparada para o quarto, sem responder a mais nenhuma pergunta. Na verdade, José só queria saber se as idas a Londres estavam relacionadas com os testes de fertilidade de Carlos ou não. Lucas olha para o irmão em pânico.

Sofia e João reúnem na estalagem. Esta conta-lhe que Inês e Carlos iam a Londres a uma clínica de fertilidade, pois o primeiro filho de Inês era de Lucas. João fica aborrecido pois pensa que Sofia continua a fazer insinuações falsas sobre a sua família, porém, a mãe de Paula garante-lhe que é verdade o que lhe está a dizer.

Lucas acaba por ser confrontado por José com a história da gravidez de Inês e confessa ser tudo verdade. José fica incrédulo.

No café Figueira, Paula conta a Rafael e a Filomena que se vai embora. Com Manelito ao colo, Paula desata a chorar, confessando que o seu aniversário é no dia seguinte e que nunca se sentiu tão só em toda a sua vida.

No seu quarto, Inês tem a sua pistola apontada à cabeça. Parece decidida a pôr fim à sua vida. É interrompida por Maria, que lhe leva um chá e evita o momento. Maria repara que Inês não está bem e transmite-lhe força.

Sofia diz ainda a João que Paula está muito em baixo com o que se passou entre eles os dois. João não quer acreditar. No entanto, recebe uma mensagem de Artur que lhe diz que Paula está no café Figueira muito deprimida. O Belmonte deixa Sofia sozinha e sai disparado.

Beatriz está empenhada em entrar no ensino superior e tornar-se uma gestora hoteleira de sucesso. Joaquim incentiva-a a fazê-lo.

No café Figueira, Artur tenta animar uma Paula cada vez mais desmotivada e deprimida. Nesse momento entra João.

Já a sós, João conversa com Paula e vê nos seus olhos a tristeza que a assola. O Belmonte tenta pedir perdão pelo namorado que não foi, mas Paula diz que só o quer esquecer, a ele e aos maus momentos que tem vivido.

Na redação, Hugo recebe a visita de Susana. A sargento agradece ao rapaz por todo o apoio ao longo dos últimos tempos e a ajuda que lhe deu a desvendar os mais difíceis e perigosos casos. Susana tem um pressentimento negativo de algo que aí vem. Um confronto final que não sabe explicar muito bem. Hugo agradece-lhe também tudo o que fez por si e garante-lhe que não a deixará sozinha. Susana sai e Hugo fica pensativo.

João diz a Paula que quando aquele pesadelo terminar e os irmãos casarem, vai com ela para o Brasil. Paula fica radiante. Antes de saírem do café, batem as doze badaladas e Artur, acompanhado de Rosário, Hugo, Rafael, Íris, Flip e João cantam os parabéns a Paula, que sorri, emocionada.

Sabendo que o neurologista que tratou Carlos tem um irmão, dono de uma herdade em Estremoz, o inspetor Oliveira vai até ao hospital falar com o médico. Para além de nervoso, o neurologista mostra-se ainda raivoso quando lhe falam do irmão. Assim que termina a conversa com o inspetor, o médico telefona a Inês e diz-lhe que a polícia lhe fez perguntas sobre a amnésia de Carlos. Inês, preocupada, diz ao médico que não sabe do que este está a falar e pede-lhe para não a voltar a contactar.

Na herdade onde está escondido, junto à piscina, Carlos recorda todos os pormenores da morte do pai. Carlos tentou intimidar Emílio, dizendo-lhe que iria contar tudo acerca da existência de Sofia e Paula, caso este mantivesse a decisão de o afastar das empresas. Emílio manteve a sua palavra e Carlos ordenou a sua morte, à qual assistiu friamente.

Já na herdade dos Belmonte, quer João quer Inês, olham atentamente para as suas armas.

Episódio 259

Carlos dá indicações ao segurança que o está a proteger. Sábado à noite sairá do país.

Três dias mais tarde, nesse mesmo sábado de manhã, iniciam-se os preparativos para os dois casamentos mais importantes do ano: o de José e o de Pedro. João veste-se a preceito e recorda o dia em que recebeu a notícia da morte do pai.

Enquanto isso, no posto da GNR, Susana e Rebelo preparam a operação dessa tarde, de invasão à herdade do irmão do neurologista, onde acreditam que Carlos está escondido.

Na redação, Rosário prepara-se para sair para ir ajudar a irmã com o vestido de noiva.

Hugo está abatido. Tem um mau pressentimento acerca da operação policial em que Susana está envolvida.

Miguel fala para uma Anabela imaginária. Está ansioso pelo casamento da filha.

Enquanto Pedro se veste, Lucas conversa com ele. Lucas e Rosário serão padrinhos de Pedro e Julieta, ao passo que Paula e João serão os padrinhos de José e Sónia. Pedro relembra o dia em que João fugiu do altar com Julieta e quer ele, quer Lucas, ficam nostálgicos.

Já Paula, na estalagem, também se prepara para o casamento. Conversa com Sofia e ambas estão decididas a partir para o Brasil na segunda-feira seguinte: Paula para Corumbá e Sofia para o Rio de Janeiro.

Sónia e José acordam mais tarde que todos os outros, mas estão bem dispostos e ansiosos pelo casamento. Por forma a manter a tradição do noivo não ver a noiva antes do momento do casamento, José vai vestir-se para o quarto de Pedro.

Enquanto Susana e Rebelo vestem os coletes à prova de bala e combinam com o inspetor os últimos pormenores da operação, Hugo recebe um telefonema de João Alfredo Rocha, da TVI, que o convida para ir trabalhar com ele. Hugo fica de pensar na proposta.

Rosário ajuda Julieta a vestir-se e oferece-lhe um colar e uma pulseira fluorescentes para que esta use com o seu vestido branco. Julieta recusa-se mas, ao ver a irmã triste, acede a usar a pulseira.

Lucas está feliz pelos irmãos. Diz que Emílio gostaria de os ver casar no mesmo dia. José sugere que Lucas case também com Luísa mas Lucas diz que não é homem para casar por impulso, gerando algumas piadas no meio dos irmãos.

Ezequiel diz a João que nunca pensou na perspectiva de nunca mais ver Carlos na sua vida, João olha-o intrigado. João abre a porta a Paula, ficando a olhar embevecido para a beleza dela já pronta para o casamento.

Paula olha com visível incómodo para João a apresentar-lhe Ezequiel como sendo pai de Carlos, subindo rapidamente as escadas para ir ter com Sónia.

Episódio 260

Enquanto se veste, Sónia partilha com Paula que está com dúvidas. Não só em relação ao vestido como também em relação ao próprio casamento. Paula diz-lhe que se ama José deve casar, sem ter medo da família que vai integrar. Sónia sorri para Paula, agradecida.

No seu quarto, Inês também se veste e tenta encontrar uma mala que combine com o vestido. Pega na sua pistola e coloca-a lá dentro.

No posto da GNR, tudo está a postos para iniciar a operação e saem todos, prontos para encontrar Carlos.

Na herdade dos Belmonte os preparativos para os casamentos estão a ser ultimados. Sem que ninguém dê conta, Carlos vai observando tudo a uma distância segura.

Com o máximo de secretismo, a sargento Susana e o inspetor Oliveira levam a cabo uma operação de caça ao homem na herdade onde Carlos se manteve escondido. Ficam todos muito desiludidos e desanimados ao perceber que não se encontra lá ninguém.

Carlos aproveita a casa vazia e deambula por lá, sempre espreitando os convidados pela janela.

No moinho, Flip e Íris preparam-se para o almoço trocando sempre carinhos e beijos entre si. Joana chega, ainda um pouco embaraçada, e é recebida com um beijo por Flip e com outro por Íris. Abraçam-se para a fazer sentir em casa e acolhida.

Na estalagem, Sofia escreve uma carta a Paula. Vai desaparecer para nunca mais voltar. Leva consigo o dinheiro que ambas tinham em comum e pede à filha que seja feliz.

 

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close