“Big Brother VIP” – Crónica VIP [7ª Edição]


"Big Brother VIP"

O espaço de opinião sobre o “Big Brother VIP”

Entrámos na oitava semana, mas ainda temos a sétima para analisar. Esta semana a convidada é a Marta Costa.

Margarida Costa

Eu seu, eu sei que já repeti isto, mas a cada dia que passa me irrito mais com a Fanny e a Cátia. Não posso com ela, não posso com a ideia de elas poderem passar a concorrentes. Eu acho que o interesse delas, especialmente da Fanny estava no Zezé e na reacção deste a elas. Ele saiu e a única coisa que a Fanny lá faz é o mesmo jogo de sempre: aproximar-se de um rapaz para dar a ideia de um possível romance.

Já a Cátia, na última semana, tem-se recusado a participar na maioria das actividades (sempre com a desculpa de que não é concorrente e não lhe apetece), anda de mau humor, a máscara de burrinha divertida já lhe caiu há algum tempo e já não engana ninguém. A mim cansam-me, nada mais que isso.

Quem me cansa também, e só lá está há uma semana, é o Tino. A voz cansa-me. Ele não se cala. Eu vejo muitas vezes o 999, e não há minuto que não se ouça a voz dele e nunca por motivos interessantes.

Fiquei intrigada (e desiludida) com o facto de a produção se ter esquecido de usar a tal nova regra dos pontos dos concorrentes. Será que só vão usar isso quando lhes der jeito? É que seria uma excelente medida para apimentar e influenciar as semanas, as nomeações e as relações entre eles.

Outra dúvida que eu tenho recai sobre o facto da gerência de tempo dos grupos na casa e no barracão. Isto é: quando o grupo da Carla, da Raquel, do Edmundo e do Calado está no barracão, o grupo passa mais tempo na casa (entre provas, convívio, jantar, etc) do que no local devido. Quando é o grupo oposto o mesmo já não acontece. Será que é alguma cláusula do contracto?

Esta semana, sobre concorrentes, só quero comentar a prestação do Kapinha. Tenho pena que ele se tenha aproximado do grupo “errado”. Acho que ele teria mais a ganhar se se desse melhor com o outro grupo!

No que respeita à gala e ao especial nomeações, achei ambos um pouco parados. Nas nomeações valeram as nomeações cara a cara. De resto, nada de novo. Quando à gala de domingo, achei muito parada. Tinha esperança de que a máquina da verdade desse movimento, mas foi o contrário. São momentos parados, com perguntas e análises desnecessárias. Este jogo teria tudo para dar certo se tivesse boas perguntas acompanhadas de uma boa análise. Pode ser que melhor!

Antes de acabar, não quero deixar passar a oportunidade de comentar a Prova de Resistência. Confesso que no início não achei grande piada. Ver dez pessoas dentro de caixas, hora após hora não tem interesse para quem está a ver, mas com o passar do tempo passei a entender e a aceitar a prova. Sem dúvida uma boa prova. Que venham mais.

Top+
* Nomeação e expulsão da Raquel e da Carla
* Prova de resistência das Caixas
* Kelly Capitã

Top-
* Má aproveitação da Máquina da Verdade;
* Tino. Tenho pena, mas não me convence;
* Convidadas e a sua permanência eterna.

Nomeações: por mim nomearia Fanny, Cátia, Tino e Edmundo, como não podem ser nomeados… Então pode ser Kapinha e Mafalda.

Sandra Rodrigues

Raquel e Carla fora da casa, não podia querer melhor. Da primeira nunca gostei e cada vez podia menos com a segunda. A Raquel não me conseguia transmitir nenhum sentimento positivo, tudo nela me soava a falso e aquela pseudo-relação com o Edmundo até metia dó. Abordando a gala, não achei muita piada à “Máquina da Verdade”. Aquilo de credível, para mim, pouco tinha e, além disso, a Teresa Guilherme interpretava as respostas da maneira que queria. Calma, Dúvida e Stress, como é que se pode tirar alguma conclusão disto? Não era propriamente Verdade e Mentira que aparecia. Achei uma coisa a mais na gala, que não acrescentou nada. E o destaque ao Zézé Camarinha, que foi algo mal educado com a mãe da Kelly, também não percebi. Sempre que o filmavam, ele tinha uma cara que parecia estar ali obrigado e por favor. A propósito, a Tatiana é realmente uma mulher lindíssima!

Esta semana houve uma prova que adorei! Provavelmente a que mais gostei no que toca a reality show em Portugal. Podiam ter melhorado um ou outro aspecto mas foi muito engraçado. Sara, a guerreira, que conseguiu fazer frente aos homens e aguentar também. Continuo a gostar dela, li comentários de pessoas que estão desiludidas com ela mas eu não estou. Acho que a semana passada houve uma enorme confusão com a nomeação do Zezé, mas que ela não teve culpa. Outro por quem as pessoas estão a perder o carinho, é o Francisco. Eu continuo a gostar dele, apesar de não me agradar a proximidade à Fanny, e há momentos em que se nota que ele se sente desconfortável com isso. Ainda ontem, enviou uma mensagem lindíssima à namorada. A Fanny e a Cátia é que continuo sem perceber o que lá fazem. A Cátia então mal aparece agora.

Pedro e Kelly. Um dos meus casais favoritos neste tipo de programas. Até pode ser jogo, mas não me parece. Pode não ser amor, é provável que ainda seja muito cedo para isso, mas eles estão fechados numa casa há muito tempo e é normal que precisem de carinho, de se sentirem próximos de alguém mas gosto imenso de os ver juntos. Adorava que aquilo cá fora desse nalguma coisa mas duvido. Contudo, enquanto estiverem lá dentro é aproveitar. No fim da gala, o Pedro estava um pouco distante com ela, mas no diário de ontem deu para ver que estava mais relacionado com a filha do que com a Kelly mesmo. Finalmente ela é capitã esta semana! Fiquei super contente, coitada da rapariga que andava sempre na “chapa”. Mas tenho pena que esteja separada do Pedro.

Quanto ao capitão, detestei. O Edmundo ia ser, claramente, nomeado e, consequentemente, a sua saída era quase uma certeza. Mas o certo é que ele já não acrescenta nada ao programa. Acho que foi a pessoa que mais perdeu com a entrada no programa. Se ele a mim me era indiferente, agora não posso com ele. Existem também comentários por aí que referem que o Calado quer desistir, se assim for, não me incomoda muito. Ele no início era dos meus favoritos, mas o facto de ser amigo da Carla há anos, levou-o para muito próximo do grupo dela e aí deixei de gostar de certas atitudes dele. Nomeação da Sara foi uma delas. Já o Kapinha, também muito próximo deste grupo, espero que seja nomeado.

Top+
* Kelly eleita Capitã
* Expulsão da Carla e Raquel
* Prova de Resistência

Top-
* Máquina da Verdade na gala
* Kelly no barracão e Pedro na casa
* Cátia e Fanny ainda na casa

Nomeações: Kapinha e Flávio

Marta Costa

Concorda com a expulsão da Carla e da Raquel?
Claramente. A Raquel nem sei se era concorrente ou se era a apêndice do Edmundo. Passava a maior parte do tempo enjoada com tudo, até dela própria. Quanto à Carla, foi traidora (Zezé), mas também não via grandes comoções com ela, de vez enquanto dava uma semi-barracada, de resto…paisagem.

Esta semana tivemos a primeira prova de resistência. O que achou? Que outra prova gostaria de ver?
Gostei, mas era preferível ver as pessoas em vez de caixas. Gostava de ver quem aguentava mais diretas. Casa 24 horas sem dormir.

Kelly e Pedro, Raquel e Edmundo: jogo ou sentimento?
Sentimento de quem não tem que fazer. Não percebi a maior parte das conversas do Edmundo e da Raquel, falavam uma língua que não me atingia. «Tenho um sentimento que está a crescer, minha borboleta», deve ser é de culpa. Deixar o namorado com enfeite é muito feio.
Kelly/Pedro, eu sei lá… também não deve durar 1 verão.

Que pergunta, e a quem, gostaria de ver na Máquina da Verdade?
Francisco Calhau.

Se tivesse essa possibilidade, que concorrentes nomearia?
Como não posso nomear a Fanny e a Cátia, queria ver o Edmundo.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close