“Big Brother VIP”: Reality show da TVI vai ensinar medidas ecológicas

Nos anos em que a estação de Queluz comemorou 20 anos, Luís Cunha Velho decidiu fazer regressar um dos maiores fenómenos da televisão portuguesa: o “Big Brother”.

Se no princípio dos anos 2000, o formato foi bastante criticado pela sua qualidade duvidosa, desta vez Luís Cunha Velho promete um reality show que vai levar até aos portugueses uma mensagem positiva: «Esta edição vai levar mensagens como poupar água e ter cuidados com a seleção do lixo, por exemplo», conta o diretor-geral da TVI ao Diário de Noticias.

Recorde-se que 16 concorrentes vão ser divididos em duas realidades: a rica e a pobre, fazendo lembrar o reality show chileno “Mundos Opuestos”.

Com o horário nobre a perder força desde o verão passado, a TVI vê no “Big Brother VIP” uma nova força para alavancar o prime-time, tal como o latenight que tem vindo a perder força desde o fim de “Doce Tentação”.

Confrontado pelo Diário de Notícias, Luís Cunha Velho explica a razão na aposta do “Big Brother VIP” e não de outro: «Voltámos a apostar neste formato porque é o rei dos reality shows. Chegou o momento de o voltar a fazer, com as adaptações inerentes à passagem do tempo».

E desta vez promete grandes novidade, com grandes diferenças do último feito há dez anos: «O “Big Brother”, na sua essência, tem os mesmos condimentos. O que vai ter é novidades surpreendentes para colocar não só os concorrentes à prova mas sobretudo para mostrar a diversidade do programa».

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close