Brasil: Mesmo antes de oficializada, GfK já está a mexer com as audiências

Segundo informações da imprensa especializada brasileira, o Ibope (instituto que mede atualmente as audiências no Brasil) apresentou aos seus clientes uma proposta de ampliação da amostra de medição de audiências de TV no Brasil.

Neste momento, o Ibope afere audiência de TV em 4.500 domicílios no país. Na primeira proposta, essa amostragem subiria para 5.850 domicílios.

O instituto está atento à chegada da concorrente alemã GfK, que pretende entrar naquele país com uma amostragem de 8.000 domicílios, ou seja, 35% maior que a atual da medidora única.

O Ibope confirma a proposta de ampliação da amostra de medição das audiências, mas diz que foi um pedido dos clientes e não admite que é uma forma de se aproximar dos métodos que a GfK vai trazer.

A empresa GfK entrou em Portugal há mais de 1 ano, envolta em polémica na apresentação de dados que culminou num braço de ferro entre a RTP e a TVI, face aos restantes 85% dos membros associados da CAEM.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close