Bronca em direto: Médico indigna-se por falta de cumprimento no “Queridas Manhãs” [vídeo]


SIC

Um dos segmentos do “Queridas Manhãs” de hoje pretendia ser uma tertúlia acerca de tatuagens que correram mal, mas passou por um momento de desconforto.

Tudo corria com normalidade. O tema era acerca de pessoas que fizeram tatuagens e mais tarde se arrependeram e quiseram remover a tinta do corpo.

Convidados: Um tatuador, uma tatuada arrependida que passou por um longo processo de remoção e um médico dermatologista que vinha com o objetivo de explicar como se processa toda a ação de remoção da tatuagem.

A conversa corria fluída entre o tatuador – que garantia avisar todos os clientes da importância de escolher bem uma tatuagem pois era para toda a vida – e a tatuada arrependida, que mostrava fotos do desenho que chegou a ter na pele e que quis tirar logo dias depois.

Quando Rita Ferro Rodrigues e João Paulo Rodrigues pediram a palavra ao dermatologista convidado, a conversa ganhou outros contornos. Luís Leite, especialista clínico na matéria, abriu a sua intervenção com um «olhe, em primeiro que tudo, bom dia!».

Antes de aflorar o tema em questão, o qual tratou momentos depois, o dermatologista acusou os apresentadores de se terem cruzado com ele nos bastidores e de não o terem cumprimentado. Disse ainda que já foi a vários programas do género e nunca foi tratado daquela maneira.

Perante a surpresa, João Paulo Rodrigues, tentou aligeirar a situação que terminou com um seco «eu também era mentiroso, depois deixei de ser».

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

  • Miguel

    A Rita Ferro Rodrigues esteve bem a pedir desculpa, foi profissional. Já o outro, armou-se em vedeta… e só deu razão ao médico!

    • tiago

      Que o JPR disse? So percebi 8 meses…

      • r

        Pelo percebi ele disse que “à 8 meses que anda nisto”foi o que eu percebi se estive errado alguém que me corrija.

  • Kaiser Kosta

    Acho sempre de muito mau tom resolver-se (ou tentar) pela opinião pública. Estas situações devem ser solucionadas nos bastidores.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close