Bruno Santos justifica presença de atores estrangeiros na ficção da TVI


Bruno Santos

“A Única Mulher” é o mais recente caso onde integram atores estrangeiros (brasileiros e angolanos) no elenco das novelas portuguesas.

Em declarações à revista Sexta, Bruno Santos considera a presença destes atores para «retratar a realidade social»: «A sociedade portuguesa está cada vez mais cosmopolita. Na tua encontramos gente de diferentes países. Portugal está mais aberto», explica.

O diretor de programas da TVI prefere «a autenticidade», uma vez que «mais vale ter um ator brasileiro ou angolano do que um português fazendo de brasileiro ou angolano».

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close