Catarina Furtado tem novo projeto na RTP


RTP

Catarina Furtado não continuou na segunda temporada de “Feitos ao Bife” e cedeu o seu lugar a Vasco Palmeirim, que já fazia parte do júri.

A apresentadora da RTP1 teve de recusar a proposta do canal para abraçar um outro projeto. Catarina segue dia 5 de junho para África para filmar um documentário sobre o Parque Natural da Gorongosa.

A cara da estação pública vai seguir a linha de programas documentais que já tem feito. «É um projeto muito aliciante, parecido com “Príncipes do Nada”. Vou fazer um documentário em Moçambique, parto dentro de oito dias», contou à Notícias TV.

O documentário de 50 minutos será sobre o Parque Natural da Gorongosa e do projeto fará parte um dos mais premiados realizadores e diretores de fotografia do mundo: Bob Poole, autor dos mais conhecidos filmes sobre a vida selvagem, aventura e ciência que se fizeram até hoje, tendo recebido vários Emmys. O realizador trabalha para a National Geographic, Discovery, BBC, CBS, entre outros canais.

Foi o filantropo norte-americano Greg Carr, conta a Notícia TV, quem convidou Catarina Furtado a ir descobrir na primeira pessoa todos os recantos do Parque Natural, vivendo a experiência. O documentário será exibido na estação pública, como explica o agente de Catarina. «Como contrapartida ao convite que lhe fizeram, a equipa do Parque Natural da Gorongosa irá oferecer à RTP a transmissão do documentário»

Não será a primeira vez que a apresentadora visita o parque natural, pois já o fizera duas vezes para o seu Príncipes do Nada para a RTP, documentando o desenvolvimento ao nível das populações com a restauração do parque, mas noutro contexto mostrou o que foi feito relativamente sobre educação, saúde e ambiente. Agora, Catarina regressa, mas com o olhar do turista que tem a função de mostrar o que o parque tem para quem o visita. Uma aventura que será filmada durante o dia e durante a noite. A ideia, segundo o agente da apresentadora, será «mostrar que a chave do futuro da Gorongosa é exatamente o turismo, criando postos de trabalho para os moçambicanos, que, com esta nova realidade, percebem a importância de preservar a natureza e de a manter intacta para os seus filhos».

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close