Conheça a história central de “Sangue Bom”

“Sangue Bom” é a próxima novela das 19H da Rede Globo

É na selva paulistana da moda, das tendências, das capas de revista que começa a história de “Sangue Bom”, novela de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, com direção de núcleo de Dennis Carvalho que a Rede Blobo se prepara para estrear às 19H para substituir a fracassada “Guerra dos Sexos”.

Giane (Isabelle Drummond) ama Bento (Marco Pigossi), que ama Amora (Sophie Charlotte), que gosta de Maurício (Jayme Matarazzo), que é o grande amor de Malu (Fernanda Vasconcelos). Fabinho (Humberto Carrão) não ama ninguém, a não ser ele mesmo e faz de tudo para conquistar fama e poder. É em torno deles que a trama principal de “Sangue Bom” se desenrola.

Entre muitos encontros e desencontros, a vida destes seis jovens vai cruzar-se. O mundo dá voltas e tudo pode mudar. «A novela vai mostrar o reencontro desses personagens», adianta Marco Pigossi.

O destino uniu Amora, Fabinho e Bento no lar de adoção de Gilson (Daniel Dantas) e Salma (Louise Cardoso). A partir daí, cada um deles foi responsável pela sua própria história. Amora foi adotada pela atriz Bárbara Ellen (Giulia Gam) e se tornou quase «sua imagem e semelhança». «A personagem é uma famosa it girl, vira tendência e ela adora isso», explica Sophie.

Bárbara, uma atriz canastrona e problemática mas com tremendo senso mediático, sempre quis ser famosa e tudo o que fez foi com este objetivo – começando por mudar o nome de Conceição por outro mais glamoroso. Ela teve uma filha biológica, Malu, mas descobriu na adoção de crianças carentes uma excelente forma de autopromoção. Foi assim que adotou Amora. Antagonista natural da irmã de criação, Malu é formada em pedagogia e faz pós-graduação em assistência social. Íntegra e assertiva, não tem nada a ver com aquele mundo de fama e excessos, no qual vivem Amora e Bárbara. «O grande conflito da Malu são esses dois mundos, pois ela vive os dois lados da moeda, esses dois valores», descreve Fernanda Vasconcellos.

Bento cresceu nas redondezas da Casa Verde e fundou uma cooperativa de flores, onde trabalha com Giane. E Fabinho foi adotado por uma família falida do interior do estado. Mas volta para São Paulo disposto a encontrar os pais biológicos e reencontrará Bento, e principalmente Amora, que tentará conquistar a qualquer preço. «O Fabinho chega com papo de que é rico, que estudou e fez coisas que nunca existiram», adianta o intérprete.

Quando a história começa, Amora é noiva de Maurício e nem imagina que sua irmã de criação, Malu, nutre por ele uma paixão platónica. «Eu o vejo como um menino que se molda demais para estar ao lado de uma mulher elegante, desejada», identifica Jayme. Giane também tem um amor não revelado, mas sua personalidade é completamente diferente. «Ela é impulsiva. Diz o que sente e tem aversão a Amora», define Isabelle.

Escrita por Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, “Sangue Bom”, próxima novela das 19H da Globo, é uma comédia romântica urbana e contemporânea, ambientada em São Paulo, com direção de núcleo de Dennis Carvalho e direção geral de Carlos Araújo.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close