"

Conheça toda a história de “Regresso”, a nova novela da SIC

Margarida Vila-Nova

Margarida Vila-Nova é uma das protagonistas de “Regresso”

O site Impala teve acesso à história da nova novela da SIC, cujo título provisório é “Regresso”. A trama é protagonizada por Margarida Vila-Nova e Albano Jerónimo.

Fique a conhecer a história de “Regresso”:

Miguel e Luísa cresceram juntos no Algarve e são apaixonados um pelo outro desde a adolescência. Ele, filho de Glória (RITA BLANCO), viúva e dona de vários hectares de laranjeiras e de tangerineiras; ela, oriunda de uma família abastada, os Marreiros, donos de uma cadeia de resorts espalhados pelo mundo. Miguel e o pai de Luísa, Paulo, homem arrogante e controlador, têm uma relação conflituosa desde sempre. Para o patriarca dos Marreiros, Miguel nunca será digno de casar com a sua filha mas, na verdade, existe uma forte razão para este ódio. Paulo é irmão de Isabel Galvão e, quando descobre que Glória se apaixonou e foi amante do marido da sua irmã, João Galvão, o seu ódio pela família Guerreiro cresce.

As famílias Galvão e Marreiros têm a tradição de passar as férias de Verão fora do país. Desde o desaparecimento de Sofia Galvão, quando tinha apenas seis anos, que as reuniões familiares são dolorosas. No entanto, Isabel aceita manter a tradição e, quando a trama começa, as férias são passadas numa reserva natural na África do Sul. Para além dos Galvão e dos Marreiros, foram também convidados para as férias Miguel, na condição de namorado de Luísa, e Zé (MARCO DELGADO), o protegido de Paulo. Zé é filho do motorista dos Marreiros e de uma empregada dos Galvão.

Aos quinze anos fica órfão, mas Paulo não o deixa desamparado. Paga-lhe o curso de gestão e arranja-lhe emprego no casino do resort. No entanto, a inveja e ambição desmedidas de Zé, que sempre quis ser tão rico como os Marreiros, faz com que aproveite o facto de as famílias estarem na África do Sul para planear um assalto à mansão da família. Zé sabe que Paulo guarda no cofre do escritório a sua coleção de relógios, joias e dinheiro não declarado que desvia do casino do resort e leva a cabo o plano. Tudo parece correr bem, até que Zé percebe que Paulo mandou um ex-polícia investigar o assalto e é informado por um dos seus aliados de que Paulo já sabe da verdade. Encurralado, não tem outra alternativa senão fugir para Portugal, onde tenciona pegar na sua parte do dinheiro e desaparecer. Zé, que é secretamente tão apaixonado por Luísa quanto Miguel, sabe que a fuga implica ficar longe de Luísa para sempre, mas não tem alternativa.

 Na África do Sul, Miguel descobre que Paulo enganou Glória com um contrato comercial falso e a chantageou, prometendo salvar a empresa da falência caso ela afaste o filho de Luísa. Ofendido e furioso, Miguel insurge-se em defesa de Glória e ataca Paulo. Durante o confronto, Paulo, atordoado, desequilibra-se e cai da varanda. Na verdade, a perturbação do patriarca é consequência da notícia que recebeu momentos antes: foi Zé quem ordenou o assalto a sua casa. O choque de saber que o afilhado o traiu provoca-lhe um enfarte. Miguel, achando que foi o responsável pela queda e ao ver que Paulo não reage, sai para ir buscar ajuda. Tudo o que quer é salvá-lo.

No momento em que estás prestes a fugir, Zé vê Paulo cair da varanda e encontra ali a sua oportunidade para resolver o problema do assalto e ficar livre consequências. Aproxima-se do padrinho e, sem hesitação ou remorso, estrangula-o. Pouco depois, Miguel regressa com alguns membros da família para encontrarem Paulo já sem vida. Zé aproveita este momento para afastar definitivamente Miguel de Luísa e acusa-o de ter empurrado Paulo da varanda. Incrédulo e desesperado com o que ouve, Miguel diz a Luísa que Zé está a mentir e o que aconteceu foi um acidente. Miguel é preso e condenado a dez anos de prisão por homicídio, cumprindo pena na África do Sul. Quando é libertado, o jovem encontra Luísa, o amor da sua vida, casada com o homem que o traiu e mãe de uma filha, Catarina. Miguel está determinado a colocar o passado para trás das costas e recusa voltar para Portugal. Recomeça a vida na África do Sul, longe das recordações que lhe trazem mágoa e disposto a esquecer que Luísa reconstruiu a sua vida com Zé.

No entanto, Miguel acaba mesmo por voltar ao Algarve quando o irmão, Filipe, fica entre a vida e a morte depois de ser brutalmente espancado. Durante o tempo que permanece em Portugal, Miguel descobre que é pai de Catarina. Nesse momento, toma a decisão de não voltar à África do Sul e lutar pela filha, disposto a recuperar os dez anos que perdeu da vida dela. Enquanto tenta reconstruir a sua vida e afastar o estigma de ter sido o assassino do sogro, Miguel descobre também que a autópsia deste foi falsificada e que a causa de morte não foi aquela pela qual foi condenado.

Nesse instante, Miguel enceta uma luta para descobrir quem foi o verdadeiro assassino, durante a qual se sente várias vezes num beco sem saída. Já Zé, receoso que Luísa e Miguel se reaproximem, que este descubra que foi ele o assassino de Paulo e ainda que o faça perder tudo o que conquistou, não olhará a meios para o afastar do Algarve e da sua família.

Dez anos depois, Miguel e Luísa voltam a reencontrar-se e a paixão que sentiam um pelo outro renasce. Dez anos depois, este parece ser um amor impossível. Dez anos depois, Luísa e Miguel têm de lutar contra tudo e todos para conseguirem, finalmente, ser felizes.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close