[Consolidado]: Saiba como ficaram as audiências em 2019

"

A SIC foi o canal com maior audiência em 2019. A estação de Paço de Arcos conseguiu ultrapassar a TVI, em fevereiro, mantendo-se líder até ao final do ano.

O canal dirigido por Daniel Oliveira fechou 19.5% de share anual subindo 2.5 p.p. quando comparado com 2018, segundo dados Consolidados divulgados pela GFK.

A TVI fechou o ano com 15.8%, sendo o canal que mais telespetadores perdeu. A RTP1 subiu 0.2 p.p., a RTP2 manteve os 1.5%. O Universo Cabo marcou 39.2% de share anual e o Outros, 9.6%. A RTP 3 TDT, a RTP Memória TDT e AR TV somaram 1.9% de quota de mercado.

Novembro foi o melhor mês da SIC. Agosto com as repetições do “Júlia” e com as férias de Cristina Ferreira n’ “O Programa da Cristina” ficou marcado como pior mês de 2019 do terceiro canal.

A TVI teve em agosto o seu pior mês ao marcar um valor histórico de 12.9% de quota de mercado. Já o seu melhor valor foi em janeiro onde teve o “First Dates: O Primeiro Encontro” e o inéditos “Apanha Se Puderes” de Cristina Ferreira.

Com a mudança da hora, para a hora de Inverno, a RTP1 cresceu nos meses de novembro e dezembro. Junho com a “Liga das Nações” e os Santos Populares, a estação pública teve o seu terceiro melhor mês do ano. Já o pior foi setembro.

Audiências 2019

Audiências 2019

A SIC foi o canal em 2019 que conseguiu o maior número de telespectadores reunido num só dia. No Natal, dia 25 de dezembro, a estação de Paço de Arcos conseguiu uma média de 572 mil telespectadores por minuto, com um share de 24%.

Já em share, o melhor valor registado pela SIC foi de 28.4% de share no dia 14 de março, quinta-feira com o confronto entre o Benfica e o Dinamo Zagreb. O jogo da “Liga Europa” conseguiu 44.1% de share.

Este valor de 28.4% foi o mais alto alcançado em 2019 por um canal de televisão, ultrapassando também o resultado mais alto de 2017 (26.2%). Em maio, no dia 25, a SIC teve o seu pior valor do ano com 14.2%.

A RTP1 conseguiu um máximo de 24.7% share no dia 25 de maio. Por sua vez, o seu pior valor foi registado no dia 19 de maio com 7.8% de share diário.

A TVI alcançou o seu melhor dia em share, a 12 de fevereiro, onde alcançou os 24.4%. Já o pior foi em agosto, no dia 10, onde conseguiu apenas 10.8% de share diário.

A RTP2 alcançou 3 pontos de share no seu melhor valor. No último dia do ano, marcou apenas 0.6% o que resulta no pior valor de 2019.

O Universo Cabo conseguiu a 31 de agosto o seu melhor valor com 47.3% de share.

Saiba quais foram os 15 programas mais vistos em 2019 [Consolidado]

O final da segunda temporada de “Golpe de Sorte” foi o programa – fora do campeonato do Futebol – com  mais audiência. Seguem-se as estreias de “Nazaré” e “Terra Brava”.

“Quem Quer Namorar com o Agricultor?”, “Gala dos Globos de Ouro” e o “Casados à Primeira Vista” fecham o top 7 dos programas mais vistos do ano.

A TVI conseguiu colocar o “Pesadelo na Cozinha” em 8º lugar, no dia da estreia.

“Terra Nossa” e “O Programa da Cristina” fecham o top 10 dos mais vistos do ano.

A título de curiosidade,  “Ferdinando” foi o filme mais visto do ano com 13.7% de audiência média e 26.8% de share. O “Telejornal” foi o programa mais visto da RTP1.

Programas mais vistos 2019

Os Programas mais vistos 2019

Em 2019, a CMTV voltou a ser o canal por cabo de maior audiência ao marcar 4.1% (em 2017 registou 3.6) seguindo-se a Globo com 2.8%.

O Disney Channel caiu para o 5º lugar, quando comparado com o ano anterior e viu-se ultrapassado pelo Hollywood e pela SIC Noticias.

A RTP1 3 TDT conseguiu ter uma melhor performance que a RTP3 que se fixou nos 0.7%. A RTP Memória marcou 0.2% frente aos 0.9% da RTP Memória TDT.

Na SIC, a SIC Mulher foi o canal, excluindo a SIC Noticias, com  mais audiência ao registar 0.9%. Seguiu-se  a SIC Radical com 0.4%, a SIC K com 0.3% e a SIC Caras com 0.3%.

Na TVI, a TVI Ficção e a TVI Reality registaram 0.5% e 0.2% de share respectivamente.

Os canais de cabo mais vistos em 2019

Os canais de cabo mais vistos em 2019

Os dados apresentados são Consolidados que apresenta Live+Vosdal+TSV 7 dias, que inclui: visionamento de emissão de televisão com diferimento igual ou superior a 60 segundos em relação à emissão, que tem lugar nos 7 dias seguintes ao dia de emissão desse conteúdo.

[Consolidado]: Saiba como ficaram as audiências em 2018

Os dados apresentados são da responsabilidade da CAEM/GfK.

Pode consultar mais dados no fórum Zapping.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close