Conversas entre SIC e Cristina Ferreira já duravam desde o verão


Audiências

Luís Marques, administrador editorial do grupo Impresa decidiu esclarecer toda a situação da possível contratação de Cristina Ferreira por parte da SIC.

O responsável contou ao Diário de Notícias que foi Cristina Ferreira quem sugeriu ter um cargo na estação de Carnaxide e fê-lo por intermédio de uma SMS (mensagem de telemóvel).

Apesar de terem existido conversas durante todo o verão, Marques desmente qualquer proposta formal por parte da SIC, contrariando a hipótese de que Júlia Pinheiro teria oferecido um cargo na estrutura de Carnaxide.

Apesar de referir que houve abordagens entre a SIC e a agora diretora da TVI, Luís Marques refuta que a situação tenha avançado mais: «Nunca houve negociação, é mentira», referiu ao DN.

O gestor revela ainda que existiram conversas com Cristina Ferreira desde julho deste ano, mas que nenhuma pressupôs um convite formal. «Em julho falámos de muita coisa e de uma eventual vontade de mudar. Mas para haver convite, tinha de haver proposta», dispara.

Recorde-se que esta não é a primeira vez que Cristina Ferreira se sentou à mesa com a SIC. Quando Fátima Lopes saiu de Carnaxide e se mudou para Queluz, a saloia da TVI foi abordada para comandar as tardes do canal. «É verdade que tive uma conversa com a administração da SIC», revelou há meses à Notícias TV, onde acrescentou que ficar na TVI foi difícil, mas «foi lá que nasci e cresci e isso é muito importante para mim».

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close