Cunha Velho reage às audiências desta segunda-feira e critica SIC


TVI

Luís Cunha Velho, diretor-geral da TVI, congratulou-se com a estratégia da TVI para o dia de ontem.

O homem-forte da quatro criticou a programação da concorrente e, em contraponto, elogiou as apostas da TVI.

À margem da apresentação da quinta temporada da “Casa dos Segredos”, Cunha Velho foi perentório: «Ontem houve um canal ( SIC ) que teve 5 novelas em primetime. Dessas cinco, três não eram portuguesas. Já nós em cinco, cinco são portuguesas e estamos já a preparar novas ficções para arrancar brevemente».

«Confiamos muito nos “Jardins [Proibidos]”, confiamos muito em Mulheres, que está a ter resultados extraordinários», enumerou ainda o diretor-geral.

Recorde-se que “Mar Salgado” estreou ontem, debaixo de um episódio especial de “Jardins Proibidos” e venceu a concorrente.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

  • r

    Sim realmente é um vencedor que teve de chamar o MONIZ para por a ficção na ordem,mas se a ficção da TVI está melhor é graças ao MONIZ não a este senhor

    • Diogo Leal

      Moniz mas antes do Moniz veio a Júlia pinheiro…

  • iva

    2 são repetidas, já para não falar na vergonha do fim de semana de manhã

  • -.-

    pois, mas tambem adapta historias de outros paises, como belmonte e mulheres.. quem lhe dera a ele ter a globo como parceira

  • Kaiser Kosta

    Tanto confiam em Mulheres que na segunda-feira nem a transmitiram. Mas alguém acredita que a TVI rejeitaria a Globo como parceiro?

  • joana costa

    Ele só quer dizer que a TVI aposta na ficção portuguesa enquanto que a Sic para poder vencer tem que importar novelas do Brasileiras. A TVI vence com produção em português e a Sic só tem uma novela em português, sim neste momento estão no ar duas mas é como só houvesse uma, porque Sol de Inverno está esta semana no ar para conseguir que Mar Salgado obtenha audiências. Não está a dizer mentira nenhuma. Não queiram comarar a ficção da TVI para a da Sic. É que mesmo que a Sic tenha no ar uma produção portuguesa ela é feita com a parceria da Globo, logo ficção nacional na Sic ´zero.

    • Faça Amor, Não Faça Guerra

      Fazer co-produções com a Globo foi a melhor coisa que aconteceu à SIC. Boa ficção portuguesa é feita na SIC com a ajuda da Globo, porque só com a SP não vai lá. O mesmo se passa na TVI com o Moniz. Eu deixei de ver novelas portuguesas algum tempo depois do Moniz ter saído da TVI, porque eu notei uma quebra na qualidade das novelas da TVI (à exceção de “Belmonte”) e só estou a voltar a ver portuguesas porque ele voltou. Agora, pelo que eu vi na net, também nota-se que a Globo, tal como foi noticiado neste site, só está a ajudar no guião da novela (e eu desconfio que seja só no núcleo principal), porque o primeiro episódio de “Mar Salgado” estava cheio de erros na produção.

      Sinceramente, acho que, se a Globo e o Moniz se juntassem, rebentavam com tudo, mas esse cenário é altamente improvável.

      • Marta Clemente

        Quem ler isto até parece que as novelas da Globo são perfeitas e sem falhas.

        • Faça Amor, Não Faça Guerra

          Não, eu quis dizer que Globo + Moniz = Novela perfeitas sem falhas. Só Globo ou só Moniz é igual a novelas ótimas mas é normal que cometam um erro ou outro. Não nos podemos esquecer que as novelas são feitas por seres humanos e, tal como tudo praticado pelos seres humanos, estão sujeitas a falhas humanas. Ou seja, eu acho que o Moniz e a Globo são muito bons naquilo que fazem, mas só lhe faltava uma pessoa/equipa que notasse nos pequenos erros que pudessem eventualmente haver, compreende? Peço desculpa se me expressei mal. Acho que agora está melhor. Espero não causar mais nenhumas interpretações erradas.

          Vou só dar um exemplo. Eu vi “Lado a Lado” pela net e eu acho que mereceu o Emmy. Até acho que merecia mais prémios (lol), mas isso pode ser por adorar tudo que seja de época (recentemente também tenho acompanhado algumas séries de época da RTP; estão ótimas, lindas e maravilhosas). Em suma, também notei um erro ou outro ao longo da novela, mas a maior parte passa despercebida, mas mesmo assim, foram erros e a novela ganhou um Emmy.
          O mesmo eu acho em relação às novelas que têm a mão do Moniz, podem ter um erro ou outro, mas são coisas que podem passar despercebidas e não vão alterar a história da novela. Pelo contrário, eu até acho graça aos erros que vou notando nessas novelas (sejam brasileiras ou portuguesas) porque eu penso “Epá, uma produção tão bem feita, não se esquecem de nenhum detalhe e vai-se lá saber como naquela cena em que fulano está com cicrano, apareceu aquilo que eles utilizam para o som”. Este exemplo, devo confessar que vi numa produção mais antiga, no “Allô, Allô”.

          • Marta Clemente

            Produções perfeitas e sem falhas não existem, nem nunca vão existir. A questão não é essa, acho é que há muito por estas bandas uma sobrevalorização da Globo que não se vê nem no Brasil.
            Também duas novelas portuguesas ganharam o Emmy. Nada de extraordinário.

          • José Fernandes

            Não se vê nem no Brasil? Por acaso sabe que em cada casa com tv por cabo, quase 90% só vê Globo?

          • Marta Clemente

            O que é absurdo e felizmente impensável no nosso país.
            Ainda assim, as novelas da Globo são muitas vezes criticadas no Brasil pelos mais diversos motivos, aqui é que parece que quem as vê age como se elas fossem irrepreensíveis.

          • Kaiser Kosta

            Na grande maioria dos casos, as novelas da Globo são irrepeensíveis. Não foi por acaso que Moniz mandou uma equipa para acompanhar os trabalhos da Globo.

          • Marta Clemente

            Ai, claro que são, claro que são. Gosto sobretudo daquelas cenas de pancada, absolutamente imprescindíveis em tudo o que é novela da Globo, em que as agredidas, inevitavelmente as vilãs, apanham quietinhas… Entre tantas outras coisas.
            O que é que o Moniz faz ou deixa de fazer tem a ver para o caso? As novelas produzidas sob a alçada dele também são irrepreensíveis, já agora?

          • Kaiser Kosta

            O produto da Globo é, na maioria dos casos, irreprensível, o que é bem diferente de não ter falhas. Qualquer produção, mesmo de excelência, tem falhas, mas que não afetam a qualidade final.

          • Marta Clemente

            Não! “Irrepreensível” quer dizer exactamente “perfeito”, “sem falhas”. Mas já estamos a entrar no campo conceptual…
            Acima de tudo, acho que a televisão generalista portuguesa só vai poder deixar de ser o marasmo que é quando nos afastarmos mais do Brasil e do resto da América Latina e olharmos a sério para o quadro geográfico-cultural em que estamos inseridos.

  • Luisa

    este homem destruiu a tvi há 2 anos até ao início deste e só não bateu no fundo porque graças ao regresso de Moniz que a TVi tem voltado ao que era… Demita-se!!! (queres é tacho) -.-‘

  • Diogo Leal

    Concordo a Júlia pinheiro é que trouxe o secret story, foi tudo graças a ela não a você que faz criticas sem sentido nenhum.
    É como os jardins proibidos na estreia ganharam, agora é o que se vê vai a mínimos… a Júlia pinheiro e uma grande profissional e foi por causa dela que hoje em dia vejo mais a SIC.

  • Zuleide Noveleira

    Exatamente. É um ciclo que se repete há anos e anos, infelizmente. É como se tratassem as novelas velhas como “produtos fora de linha, defasados. Quem quiser comprar, compra. Mas prefira os lançamentos. ”
    Se Jardins substitui Belmonte, que fique no horário de sempre. Aliás, Belmonte nem sempre teve esse horário… é uma confusão muito grande.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close