Dalila Carmo de «rastos» com a exigência de gravações de “O Beijo do Escorpião”

Não é só Sara Matos que se tem mostrado desgastada com o ritmo alucinante das gravações de “O Beijo do Escorpião”. Também Dalila Carmo, a heroína da história de António Barreira e João Matos está exausta com a novela.

«Ela tem 70 páginas diárias de guião para decorar, o que a obriga a muitas horas de estudo e poucas de sono. Ela até anda quase a eliminar os almoços maiores – que, atualmente, são de cerca de 30 a 40 minutos – para ver se consegue sair mais cedo e arranjar tempo para si», conta fonte da produção da Plural à TV Guia.

Com este andar, conta a mesma fonte, Dalila Carmo já terá pedido  para «abrandar o ritmo», pois só «anda a dormir em média seis horas» e não tem «mais nenhum descanso.»

Para além das suas cenas, a atriz tem ainda de gravar em steadicam, e num cenário de 360 graus, obrigando-a a estar – assim como à maioria dos colegas que ali gravam – no set mesmo quando não tem falas.

«Como a câmara apanha tudo, mesmo que se esteja lá ao fundo a colocar uma coisinha numa prateleira, a pessoa não pode ser substituída. É um cenário exigente. Já na série Ele é Ela era assim. Os atores andavam de rastos.»

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close