Diogo Morgado deixa mensagem emocionada por causa de “A Bíblia”


SIC

Diogo Morgado deixa mensagem emocionada por causa de “A Bíblia”

“A Bíblia” tem feito sucesso por onde passa e Portugal não é exceção. A megaprodução conta com um português como protagonista da segunda fase (Novo Testamento) e esse facto impulsionou ainda mais o êxito.

A série foi exibida entre sábado e domingo nas tardes da SIC e prendeu a maioria do público à estação de Carnaxide, tendo entrado nos dois dias para o Top 5, não obstante ser um programa da tarde e em língua estrangeira.

Diogo Morgado, que interpretou nada mais, nada menos que Jesus Cristo está a fazer furor, nomeadamente nos Estados Unidos da América e mostrou-se emocionado com o sucesso que “A Bíblia” obteve sobretudo em Portugal.

O ator usou o Facebook para expressar a sua gratidão e o seu orgulho em ser português:

Nem sei por onde começar… Depois de ler absolutamente todas as mensagem que me enviaram seja no Twitter seja no Facebook, a verdade é que me é muito difícil pôr por palavras tudo aquilo que sinto neste momento.

Sempre tive orgulho nos portugueses, sempre senti que valemos muito mais do que pensamos, e neste momento sentir que os portugueses estão orgulhosos de si mesmos, por terem um português a pôr o Mundo a falar deles, é por demais recompensador.

Entre mensagens de lagrimas, orgulho, aplauso e surpresa, varias foram as emoções que me fizeram sentir, queria por isso partilhar e fazer aqui uma homenagem a quem foi de crucial importância para aquilo que sou hoje como actor e pessoa.

Um beijo muito especial ao meu querido Armando Cortez, talvez a primeira pessoa do meio a realmente acreditar em mim, puxando-me para os bastidores e ensinando-me a “respirar” entre falas. Foi zangado que me disse “não fiques aborrecido comigo, porque a única razão pela qual faço isto é porque sei que vales a pena”. Sei que onde quer que ele esteja, neste momento está a piscar-me olho com aquele sorriso maroto. Ele ensinou-me que nada se consegue se não se acreditar. Nesse dia ele fez-me acreditar que eu valia a pena.

Um grande abraço também ao Virgílio Castelo que por detrás daquele semblante por vezes distante, foi o primeiro que me ensinou que ter talento não chega, apenas a disciplina, o trabalho e a perseverança nos fazem avançar.

Uma palavra ao grande Nicolau Bryener que me ensinou a divertir-me e a não me levar muito a serio. Ensinou-me como tudo é efémero. Na verdade foi ele que me passou o ideal que não importa o que foi dito, ou o que nós achamos que somos, mas sim o que fazemos sentir quem nos rodeia.

Agradeço aos meus pais que são os meus maiores símbolos de luta. E á minha família que é o meu combustível.

A todos vocês, quero apenas dizer que não há privilegio maior na vida do que perceber que por cada sorriso, cada aplauso, cada lágrima que de alguma forma vos faça sentir será a certeza de que vale sempre a pena.

Não sou perfeito, estou bastante longe disso, errei e erro com bastante frequência, mas se há coisa que nunca serei é ingrato e sei que é graças a vocês que continuo aqui. Espero continuar a merecer sempre o vosso apoio.

Muito mas muito obrigado

Diogo Morgado

 

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close