Direção assume perda de audiências e garante que a TVI vai à luta


Audiências

TVI quer voltar à liderança do horário nobre

O estado-maior da TVI falou sobre a atual crise das audiências ao Diário de Notícias. Rosa Cullell, Luís Cunha Velho e Miguel Pais do Amaral admitem a queda da TVI e, sem colocar em causa as audiências, assumem um crescimento da SIC, mas garantem uma resposta à altura.

Rosa Cullell, administradora delegada da Mediacapital que controla a TVI admite a preocupação em relação ao crescimento da SIC, mas avisa que a TVI tem muitas estreias na manga. «Estamos sempre preocupados com a audiência, mas temos muitos trailers preparados», contou ao DN, assumindo que caso a situação se mantenha, carrega no botão das estreias.

Também Luís Cunha Velho, diretor de programas da TVI, admite alguma preocupação, mas refere que já se está a «fazer o trabalho de casa e isto não impede que o canal não seja líder». O responsável lembra ainda que apesar desta fase de queda, a estação é «líder incontestada há 8 anos».

Já para Miguel Pais do Amaral, esta liderança da SIC é apenas «episódica». O presidente não executivo da Mediacapital acha que «a TVI tendo a capacidade incomparável no que diz respeito à produção nacional, é líder natural em horário nobre».

Para além de “Gabriela”, o responsável da TVI fala ainda de “Avenida Brasil”: «A SIC tem duas novelas fortíssimas, que arrasaram no Brasil, mas não vai ter 10 ‘Gabrielas’ nem 10 ‘Avenidas Brasil’».

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close