[Edição 135] “Avaliação Contínua”, rubrica do Zapping

Está feita mais um “Avaliação Contínua”. Uma semana se passou e novas estratégias televisivas surgiram no pequeno ecrã. Os foristas do nosso Fórum opinaram sobre os temas da semana:

Dr. Saúde

“Dr. Saúde”

Tema 1: “Doutor Saúde” é aposta da SIC às 09h

Vasco Santos – Avaliação: 7/20

Não é a melhor solução para o horário durante o Verão. Penso que a esta hora deveriam apostar em algo que os mais novos pudessem ver, e claramente não vão ver um programa sobre saúde.

Repetir algumas séries icónicas da SIC como “Uma Família é uma Animação” seria uma bela solução, ou até mesmo a novela infantil “Floribella” pudesse ser solução.

No entanto, a minha avaliação não é ainda mais negativa porque acho que se devia evitar a exposição à faixa das 09h do “Queridas Manhãs”, e isso era crucial. E foi feito. Mas com um lead-in fraco, não há milagres que evitem os fracos resultados do programa.

João Pedro – Avaliação: 10/20

“Doutor Saúde” é um flop indiscutível no horário das 18h. Porém, não acho de todo descabido a sua repetição no horário das 9h, antes do “Queridas Manhãs”: por um lado, não só o talk show não beneficia de começar mais cedo, como a sua média baixa ainda mais devido a esse período e por outro é uma opção (não que seja a melhor) face aos informativos matinais da concorrência a custo zero.

Porém, duvido que resulte a nível de audiências e que seja frequente que passe os 10% de share.

LFTV – Avaliação: 5/20

Acho que neste momento devem arriscar. Não perdem nada. Até porque a nova direcção ainda mal agora começou a trabalhar.

Apesar do “Doutor Saúde” ser um flop, é uma forma de o testarem noutro horário e perceberem se resulta ou não.

Se bem que eu duvido que o programa fique muito mais tempo em antena….

Passadeira Vermelha

“Passadeira Vermelha”

Tema 2: “Passadeira Vermelha” é encurtada e SIC estreia ‘call-show’ pelas 01h45

Vasco Santos – Avaliação: 12/20

Acho bem a aposta de um call-show a esta hora. Não incomoda a quem não gosta de ouvir o 760 a toda a hora. E a SIC precisa de receitas de IVR [chamadas de valor acrescentado], que caíram abruptamente desde o fim do “Portugal em Festa”, para que possa investir mais na sua grelha.

Olhando para o programa em si, ainda há pouca informação. Só espero que não seja idêntico ao “Super Quiz” da TVI, e que seja muito mais dinâmico e divertido, lembrando os tempos do “Quando o Telefone Toca”.

Quanto ao “Passadeira Vermelha”, não acho mal a sua redução, um compacto do que se passa no programa da SIC Caras é suficiente.

João Pedro – Avaliação: 8/20

Ainda agora foi aposta para tentar subir os resultados no horário e já está a ser encurtado. A nível audiométrico será um tiro no pé: tanto o encurtamento do programa como a aposta no call-show.

A nível monetário, sem dúvida que é uma boa aposta, sobretudo porque permite a entrada de dinheiro e as séries naquele horário afundam largamente.

Porém, para o telespetador é uma má opção, pois voltamos a ter dois programas idênticos nas privadas. Quanto ao horário do Passadeira Vermelho, considero a aposta em séries preferível, nomeadamente o CSI, que até tem resultados razoáveis.

LFTV – Avaliação: 12/20

Eu acho o “Passadeira Vermelha” uma boa aposta para o final de noite. Mas também concordo com a estreia do call-show nas madrugadas.

A SIC agora tem pouco 760 e é uma forma de ganharem mais dinheiro com chamadas, e pode até trazer mais audiências para SIC.

Tema 3: “Tour de France” é aposta nas tardes da RTP1

Vasco Santos – Avaliação: 10/20

Gosto bastante de ciclismo, e louvo a aposta da RTP em apostar na prova-rainha. A minha avaliação de ‘indiferente’ refere-se à problemática das audiências.

Por um lado, a prova é transmitida na RTP1 e não na RTP2, que penso que seja uma boa estratégia para evitar que a RTP2 retire audiência à RTP1.

Por outro, as provas não têm feito melhor que os programas que estão habitualmente na grelha nas respetivas faixas horárias. Neste âmbito, acaba um por ser um investimento falhado.

Não concordo que volte à RTP2, pois a RTP1 corria o risco de ser ultrapassada por esta, e isso não é muito benéfico.

João Pedro – Avaliação: 5/20

A aposta do Tour de France em canal aberto é de louvar, permitindo diversificar a oferta no horário, mas seria preferível a sua transmissão na RTP2.

Além de o horário voltar à lama, derrubando os resultados que “O Sábio” tinha alcançado, complicará o trabalho do programa que depois for transmitido no horário.

Além disso, as fracas audiências prejudicarão a imagem de uma competição desportiva de renome. Assim, considero uma boa aposta, mas que na RTP1 será um buraco audiométrico, pelo menos durante os dias úteis.

LFTV – Avaliação: 10/20

A RTP1 precisa urgentemente de arranjar mais audiências. Percebo a aposta no desporto. Mas as audiências da “Tour de France” tem sido terríveis.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close