[Edição 3] “Avaliação Contínua”, rubrica do Zapping

Terceira edição

Esta é a terceira edição da rubrica Avaliação Contínua. Os temas do momento são avaliados por um painel semanalmente alterável, formado por quem mais discute televisão: Os membros do fórum Zapping. São eles que todas as semanas, em regime de rotatividade dão notas às temáticas que todos comentam nas revistas, sites e fóruns da especialidade.

Esta semana os temas são:

     A ‘nova’ RTP1 –Aprovado com uma média de 12

    “Vale Tudo”, SIC – Aprovado com uma média de 15

    “Destinos Cruzados”, a nova aposta da TVI – Aprovado com uma média de 13.7

    “Secret Story – Desafio Final” – Aprovado com uma média de 11.3

Quanto às notas pessoais, das quais foram obtidas as médias, André dos Santos, João Leite e o Ricardo concordam nalgumas temáticas, mas são completamente díspares noutras. Pormenorizadamente, veja o que cada um pensa dos temas que fizeram notícia esta semana.

André dos Santos

A ‘nova’ RTP1 – Nota 14

Eu não desgostei das novas medidas de Hugo Andrade para a RTP1. Tornou-a mais diversificada, mais jovem e vai ao encontro de mais pessoas. No entanto, considero um erro crasso a retirada da novela de hora de almoço e a aposta de “Sinais de Vida” contra os pesos pesados da SIC e TVI.

“Vale Tudo” – Nota 15
O formato é muito bom. É melhor que qualquer coisa que a SIC pôs aos domingos no último ano. O João Manzarra está muito bem no formato e do elenco residente destaco a Inês Castel-Branco, Filomena Cautela, César Mourão e João Ricardo. São eles que dão toda a vida ao programa.
Os convidados podiam ser melhores, mas acredito que nem todos queriam andar aos trambolhões em televisão.

 “Destinos Cruzados” – Nota 11

“Destinos Cruzados” tem uma história principal tão forte como “A Outra” que para mim, antes de estrear, acreditava que viria a ser a ‘bomba’. Mas não… Pelos episódios que tive oportunidade de ver, destaco a má edição e a caracterização das personagens. Destaco ainda a excelente banda sonora da telenovela, neste campo a TVI/Plural estão de parabéns!

“Secret Story – Desafio Final” – Nota 16

Esta foi uma excelente ideia da TVI. Eu gostei de rever alguns dos participantes dos outros “Secret Story”. Este fugiu um pouco do conceito do programa e tornou-se num “Big Brother”, mas acredito que não desiludiu. A Cátia foi uma justa vencedora e acredito que a participação do Wilson tenha servido só para a Endemol limpar a sua imagem. Se bem que este último esteve mal nesta edição.

 João Leite

A ‘nova’ RTP1 – Nota 13

É verdade que o primeiro canal precisava de uma renovação, mas esta mudança deveria ter sido mais gradual. A forma drástica como cortaram alguns programas (como o TOP+, o único programa de música em canal aberto) foi um erro, por mais cortes que precisem de ser feitos. No entanto houve mudanças positivas. As várias séries de ficção, apesar de não estarem a resultar audiometricamente, são uma boa aposta, já que a SIC e a TVI não apostam nem em séries nacionais e muito menos em comédia. Quanto aos talk shows, as mudanças eram necessárias, mas foram poucas. Não mexeram no que realmente precisavam: os conteúdos. Quanto aos apresentadores essa é mais uma questão pessoal, mas eu prefiro o Jorge Gabriel e a Sónia ao Malato e à Marta.

“Vale Tudo” – Nota 18

O programa é óptimo e é ideal para o horário. É familiar, o Manzarra está excelente e os jogos são divertidos (com claro destaque para o cenário inclinado), mas depende muito dos convidados. Entre os 8 residentes há alguns mais fracos que provavelmente ao longo das emissões vão cansar o espectador e não trazer nada de novo, mas acredito que o grupo é forte o suficiente para assegurar momentos divertidos durante várias semanas. Além disso é importante continuar a trazer convidados que tenham uma boa capacidade de improvisação. O programa é muito bom e tem sido a minha aposta para os domingos desde que estreou e não estou nada arrependido. Merecia melhores resultados, apesar de se estar a comportar razoavelmente bem nesse campo.

“Destinos Cruzados” – Nota 14

Depois de tanta publicidade à novela a estreia foi uma desilusão. Não foi má, e se calhar como eu já sabia praticamente tudo o que iria acontecer durante o episódio até à cena final nada ali me surpreendeu, mas faltou sem dúvida ritmo. Mas o elenco até compensou. A Alexandra está muito bem com as suas duas personagens e o elenco tem boas surpresas (Pedro Lima, Sofia Alves, Marina Mota, Rita Loureiro, Pedro Teixeira, Catarina Gouveia), ainda assim nas personagens de destaque a Rita Pereira e a Mariana Monteiro não estão tão naturais quanto deviam. Como já referi o grande problema da estreia foi a falta de ritmo, que a partir do segundo episódio (bem superior à estreia) esteve lá.

“Secret Story – Desafio Final” – Nota 08

Este programa audiometricamente foi uma boa aposta, mas em tudo o resto foi um erro. O jogo voltou a ser esquecido e os concorrentes que voltaram lá para dentro só deram bons barracos nos primeiros dias. Deixei de acompanhar a meio da 2ª semana e do que espreitei depois disso a última semana foi horrível servindo apenas para alimentar o ego a uns e para presentear a ignorância de outros. Todo o boom prometido não aconteceu e a culpa é da produção que usou os concorrentes como fantoches e da apresentadora parcial que não soube apenas cumprir o seu papel. Para esquecer.

Ricardo

A ‘nova’ RTP1 – Nota 9

A nova RTP1 foi um fracasso. Mas Portugal já todo tem televisões em 16:9? Info-entertainment depois das 22:30? Talk shows com cenários minúsculos?
O que vale é a contínua aposta na informação e na ficção e aqui a RTP bate aos pontos qualquer estação generalista em Portugal.

“Vale Tudo” – Nota 12

O novo programa da SIC só vale mesmo por quem lá vai. No último programa notou-se a falta do César Mourão. No Cenário Inclinado, que é uma das melhores provas, os convidados já se mostram cheios de manhas para não escorregarem. Assim não vale!
Ali só vale a diversão, mas não é programa de grande entretenimento. Falta-lhe algum espétaculo.

“Destinos Cruzados” –  Nota 16

Apesar dos maus resultado, considero esta novela muito boa. Há ali umas pequenas falhas, afinal quem não as tem? Quebra com o que já foi feito em Portugal, abusa do ordinário, tem alguns bons planos de realização. Destaco a interpretação de Alexandra Lencastre, Sofia Alves e Marina Mota. Estão 5 estrelas. Agora… é dar tempo ao tempo.

“Secret Story – Desafio Final” – Nota 10

O aumento do “Secret Story – Desafio Final” foi um erro para a TVI. Não só prejudicou a nova novela, como desgastou um pouco o reality show. Quanto aos participantes, teve, sem dúvida, um dos melhores castings.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close