[Edição 4] “Avaliação Contínua”, rubrica do Zapping

Quarta edição

Esta é a quarta edição da rubrica Avaliação Contínua. Os temas do momento são avaliados por um painel semanalmente alterável, formado por quem mais discute televisão: Os membros do fórum Zapping. São eles que todas as semanas, em regime de rotatividade dão notas às temáticas que todos comentam nas revistas, sites e fóruns da especialidade.

Esta semana os temas são:

“A Tua Cara Não Me É Estranha 3”  – Aprovado com uma média de 14.3

“Doce Fugitiva” – Aprovado com uma média de 12

Reviravolta nas audiências: SIC e TVI renhidas – Aprovado com uma média de 18

Mudanças na RTP1: Troca do “Odisseia” e “Depois do Adeus” – Reprovado com uma média de 4.7

Pormenorizadamente, veja o que cada um pensa dos temas que fizeram notícia esta semana.

 Miguel Valério

“A Tua Cara Não Me É Estranha 3” – Nota 12

Com um casting mais fraco que nas outras edições, o programa surpreendeu pela positiva. O destaque natural vai para a vencedora, Inês Santos.

Fernanda Serrano substituiu bem Alexandra Lencastre e integrou-se num júri agora muito mais linear. Interessante ainda (gossip) o confronto, ainda que só visual, entre Mafalda Bessa e Fernanda Serrano.

“Doce Fugitiva” – Nota 9

As novelas quando são boas, são boas. Veja-se Páginas da Vida ou Tempo de Viver. Esta novela foi feita às pressas para combater Floribella e na altura cumpriu a sua missão. Agora parece ter a vida muito mais complicada, num horário onde ainda não está toda a gente em casa. É uma repetição com 5 anos a competir com outra do dia anterior. Por enquanto saldo bastante positivo para Fina Estampa.

Reviravolta nas audiências: SIC e TVI renhidas – Nota 17

O Secret Story ocupava cerca de 4 horas diárias na TVI e ainda estava presente no Você na TV! e no A Tarde é Sua. Para os que pensavam o contrário, ficou provado que o reality show era o segredo da TVI para equilibrar o daytime arrasador e um horário novre mais fraco. Agora ficou só o daytime arrasador… e não chega!

Mudanças na RTP1: Troca do “Odisseia” e “Depois do Adeus” – Nota 0

Acho um crime esta mudança. Não que me afete. Posso gravar, ver na net, puxar a emissão. Ou seja, vejo o que quiser à hora que quiser. Mas porquê esta mudança? Audiências? Então têm de mudar da meia-noite até às 23:59. É que está tudo mal…

 Leandro

“A Tua Cara Não Me É Estranha 3” – Nota 15

Não vi a estreia, apenas acompanhei alguns momentos exibidos no “Você na TV”, mas achei que esteve à altura das expectativas.

O programa teve boas interpretações, nomeadamente a da Inês Santos (e da Liliane Marise, claro!) e também teve bons momentos de humor proporcionados pelos apresentadores e pelo júri. A referência ao “Cenário Inclinado” é que era dispensável.

“Doce Fugitiva” – Nota 13

Na minha opinião a reposição de “Doce Fugitiva” foi uma boa aposta, até porque já estava na hora de parar de repetir episódios do dia anterior às 18h. É uma novela leve e divertida, com um bom núcleo principal e com boas interpretações, principalmente da personagem da Maria João Luís. Acredito que melhore as audiências com o tempo.

Reviravolta nas audiências: SIC e TVI renhidas – Nota 19

Este equilíbrio entre a TVI e a SIC acaba por ser algo bastante positivo. Em primeiro lugar porque desperta uma maior curiosidade geral em ver as audiências do dia anterior (saber quem venceu o dia, por quanto, etc…), e em segundo porque agora que a TVI perdeu a sua supremacia e a SIC está perto de conseguir a liderança semanal ambas irão ter uma maior preocupação com os telespectadores e em melhorar a sua grelha televisiva para nos agradar. Melhor para nós.

Mudanças na RTP1: Troca do “Odisseia” e “Depois do Adeus” – Nota 9

Não me parece que a troca destes dois programas tenha sido uma boa aposta. Se por um lado poderá dar maior visibilidade a “Odisseia”, por outro irá prejudicar “Depois do Adeus”, atirando a série para o Domingo e a combater com “Vale Tudo” e “A Tua Cara Não Me É Estranha 3”. Agora é aguardar para ver.

Diogo

“A Tua Cara Não Me É Estranha 3” – Nota 16

“A Tua Cara Não Me É Estranha 3” estreou em grande e não ficou em nada atrás das edições anteriores. A Inês Santos é, por certo, a verdadeira rainha deste programa.
A Fernanda Serrano foi uma substituta a altura de Alexandra Lencastre, mas a divã vai deixar muitas saudades. Liliane Marise uma vez mais encantou o ecrã.
Noto porém algum certo de favoritismo nos votos dos júris e, passo a citar dois nomes: Nicolau Breyner e João Didelet.

“Doce Fugitiva” – Nota 14

Este foi um bom regresso. Uma novela lowcost que na altura foi feita à pressa para responder a “Floribella”.
Eu teria apostado em “Mundo Meu”, mas já era altura dos canais privados apostarem de vez no horário das 18:00. Agora é ver se a escolha foi acertada…

Reviravolta nas audiências: SIC e TVI renhidas – Nota 18

Finalmente! Há muito tempo que não acordava para ver quem ganhou as audiências, sem saber que era a TVI. Espero que os monopólios acabem de vez. E que a RTP1 se junte à festa!

Mudanças na RTP1: Troca do “Odisseia” e “Depois do Adeus” – Nota 5

Esta medida é trágica. Hugo Andrade quer uma nova RTP1, mas não passa da mesma RTP1. Depois de Maternidade, Bruno Nogueira lá foge para os sábados. Não sei até que ponto o seu público está em casa nesse dia.
Mas também… “Depois do Adeus” acabou por ser promovida. O Domingo, tal como aconteceu com “Conta-me Como Foi” é o horário desta grande série.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close