[Edição 4] “Mira Técnica”: O Momento da Verdade

Por Paulo Andrade

O Momento da Verdade

Aparentemente acabou a travessia no deserto dos últimos anos da SIC e a sua “estrelinha” voltou a brilhar. Contudo, ainda não atingiu uma intensidade que dê garantias à estação sendo preciso continuar a fazer mais e melhor.

Não será uma tarefa fácil de realizar, podendo a partir de agora passar a marcar passo.

É preciso não esquecer que a liderança dos dias úteis resultou de uma descida da concorrência no horário nobre. Por isso, se a SIC quiser preservar a liderança na média mensal que deverá alcançar só no próximo mês, algo que já não acontece desde abril de 2005 (sem contar com a liderança proporcionado pelo Mundial 2006) deverá voltar-se para o seu daytime.
Caso contrário essa liderança terminará mais rápido do que começou.

Falta saber se existe vontade da SIC para mudar e liderar efetivamente as audiências em Portugal sem depender de terceiros. Existem fortes indícios que apontam que não existe esse objectivo na atual direção.

No entanto, vou apresentar em seguida um conjunto de soluções que poderiam ser tomadas pelos responsáveis da SIC em 2013 para atingir estas metas.

BREAKFAST
É um período com pouco peso na média diária e onde os resultados tardam em aparecer.

Deste modo, pode ser usado para exibir conteúdos em que as audiências não venham em primeiro lugar.

Por exemplo, a SIC poderia optar por exibir na primeira metade do breakfast o seu bloco de televendas. Com esta medida poderia ganhar o suficiente para abdicar deste tipo programas noutros horários, como “Cartas da Maya” e “European Poker Tour”.

Por outro lado, o fim da emissão simultânea com a SIC Notícias poderia trazer benefícios ao canal de cabo.

A segunda metade deste período seria preenchida com reposições de programas exibidos ao fim-de-semana.

DAYTIME
É um erro insistir numa fórmula esgotada e que dificilmente trará resultados à estação.

Não faz sentido manter a Júlia Pinheiro – principal cara do entretenimento da estação – num horário de pouca visibilidade e onde já existe um líder claro e consolidado.

Por isso, deveriam optar por um horário onde pudesse conquistar o seu lugar ao sol e contribuir substancialmente para o resultado diário.

Na minha opinião, o horário da tarde seria o mais indicado. No entanto, quero deixar claro que deveriam criar um programa de variedades e não um simples talk-show, para conseguirem captar o público feminino e masculino.

Para o fim da manhã sugiro um programa de informação ao estilo do “Praça Pública” e “Nós por Cá”, com temas polémicos, com destaque para casos de polícia e de justiça.

Certamente um programa mais barato que o talk-show atual e que poderia ser repetido na SIC Notícias depois do “Jornal da Meia-Noite”.

A meio da manhã seria repetido o capítulo do dia anterior da telenovela portuguesa da noite. Uma solução a custo zero e que não inviabiliza uma segunda reposição no futuro.

PRIME ACCESS
É urgente voltar com a dupla de telenovelas neste período.
O horário das 18 horas é mais adequado do que o horário das 23h30 para exibir telenovelas.
Com duas telenovelas neste período seriam muito mais fáceis as substituições e poupar na exibição, para aumentar a sua duração em antena ou para passar também aos sábados continuando a gastar cinco episódios por semana.

PRIMETIME
Na conjuntura atual as telenovelas continuarão a dominar o horário nobre.

No entanto, poderiam aparecer ocasionalmente outros programas, nomeadamente desdobramentos do programa de entretenimento do fim-de-semana.

Um horário com três telenovelas (21h30, 22h30 e 23h00) é o ideal mas também é possível com apenas duas telenovelas (21h30 e 22h45). Cada situação tem as suas vantagens.

Na primeira situação o horário das 22h30 deveria ser ocupado por telenovelas curtas e fora do comum como “Cheias de Charme” e “Cordel Encantado”.
Na segunda situação existe mais espaço para introduzir programas temporários e as telenovelas substitutas fazendo os simultâneos habituais sem sobrelotar a grelha.

LATENIGHT
O latenight é o período mais indicado para a exibição das séries estrangeiras. No horário da meia-noite seriam exibidas séries inéditas, enquanto no horário seguinte seriam repetidas temporadas já exibidas.

Colocar o diário do programa de entretenimento do fim-de-semana seria outra possibilidade para ocupar o horário da meia-noite (2º e 4º trimestres) alternando com a exibição de séries do primeiro horário (1º e 3º Trimestres).

OVERNIGHT
Este período poderia ser preenchido pela reposição dos programas de variedades das 14 horas de domingo a sexta e pelo programa de sábado à noite nessa madrugada seguinte.
Uma solução a custo zero e capaz de atingir boas audiências, sem comprometer a imagem da estação.

FIM-DE-SEMANA
Eu acho que a SIC deveria apostar num produto mais forte para o final da manhã de sábado e domingo. Eu sugiro a aquisição da telenovela brasileira “Carrossel” em vez de produtos hispânicos que precisam de legendagem que acaba por reduzir ainda mais a qualidade dos mesmos e por conseguinte prejudicar o seu desempenho nas audiências.

Para as tardes de sábado eu sugiro um programa de variedades sobre as celebridades e o mundo dos famosos envolvendo a sua participação e dos espectadores. Os magazines atuais seriam integrados neste programa.
Era importante que cada hora constituísse de certo modo um segmento semi-autónomo para permitir a sua repetição durante a semana pela manhã.

O domingo à tarde seria preenchido pelo cinema e a noite com ficção nacional não diária, de preferência uma série dramática juvenil (2 séries com 26 episódios cada uma por temporada) e uma comédia familiar na linha de “Aqui Não Há Quem Viva” (2 séries com 26 episódios cada uma por temporada).
Entre as minhas séries juvenis favoritas para ocupar uma das duas vagas disponíveis está “Polseres Vermelles”, uma série original de um canal catalão.

GRELHA DE PROGRAMAÇÃO
SIC
OUTONO 2013

Mira Técnica

Notas: Os conteúdos inéditos estão a negrito. A série e comédias nacionais de domingo à noite seriam repetidas às sextas-feiras às 08h15 e 09h15, respetivamente.


NOVELAS

Em princípio “Cheias de Charme” irá substituir “Fina Estampa” às 19 horas. Na minha opinião, “Salve Jorge” seria uma melhor opção pois poderia durar até Janeiro de 2014. “Cheias de Charme” deveria estrear no horário ocupado anteriormente por “Gabriela”, fazendo com que “Páginas da Vida” saísse para as 18h15 e “Avenida Brasil” regressasse às 23h00. Estas mudanças poderiam dar um impulso adicional às audiências da estação sem representar um grande acréscimo na despesa, cabendo muito provavelmente no orçamento disponível.

Não faz sentido manter a exibição de “Dancin’ Days” aos domingos, um gasto que compromete a gestão da grelha. É tempo de “Vale Tudo” aguentar a noite sem muletas, nenhum outro programa dominical recebeu o mesmo tipo de tratamento.

Por sua vez, “Cheias de Charme” poderia ser substituída por “Cordel Encantado”, mantendo a marca distintiva das telenovelas das 22h30.

Segundo o calendário atual, a SIC corre o risco de que todas as telenovelas tenham que ser substituídas entre Setembro e Outubro o que criará uma situação de grande instabilidade, abrindo margem para uma nova crise nas audiências.

ENTRETENIMENTO

“Survivor”
Na minha opinião, este é o único formato internacional atualmente disponível capaz de gerar os resultados desejados.
Naturalmente, existem outros formatos que a estação poderia desenvolver tão ou mais capazes do que este, talvez um dia faça uma crónica com formatos da minha autoria, comprovando aquilo que agora escrevo.

Os custos do programa são o grande obstáculo a ultrapassar mas acredito que uma parceria com a Telecinco ou TF1 poderia ser a solução.

Uma edição que misturasse famosos e anónimos, com três meses de duração, com galas semanais e em direto ao sábado à noite, podendo ter diários durante a semana às 18h15, 22h30 ou 00h00.

Cada concorrente permaneceria na “ilha” por 40 dias, ocorrendo novas entradas ao longo da temporada.

No fim, os concorrentes com a melhor pontuação seriam colocados à prova uma última vez para apurar o grande vencedor.

Esta grande revelação ocorreria na noite de passagem de ano numa emissão especial com todos os concorrentes presentes.

“Grande Cunhado” (Título indicativo)
No que toca à restante oferta dos sábados à noite eu sugiro um programa satírico similar ao “Big Brother” onde os concorrentes interpretariam celebridades e figuras públicas e abordando de uma maneira contundente a atualidade do país. Os elementos do “Gato Fedorento” poderiam fazer o seu regresso neste programa, uma vez que não os sobrecarregaria deixando tempo para fazer outras coisas, já que não estaria a cargo deles, sendo apenas convidados/concorrentes.
Seria um bom programa para lançar no primeiro trimestre de 2014.

“Peso Pesado 3”
No segundo trimestre de 2014 o regresso de “Peso Pesado” poderia ser uma opção, devendo trazer algumas novidades em relação às edições anteriores.

“Vale Tudo 2”
No terceiro trimestre do ano o regresso do “Vale Tudo” também com novidades, nomeadamente os elementos que faltaram na primeira edição.

“Homenagem a…” (Título indicativo)
Poderia haver espaço ainda para produzir um programa de ocasião (mensal) que servisse para homenagear um artista que misturasse elementos de “Samedi, On Chante…” (TF1) e “Hay una cosa que te quiero decir” (Telecinco). Este programa seria emitido aos domingos à noite, significando que substituiria uma das 4 séries nacionais anteriormente referidas, mudando a distribuição de episódios e o ritmo de exibição das mesmas.

Por agora é tudo.
Fiquem em boa companhia.

A rubrica pode ser comentada no fórum Zapping!

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

  • Carlos

    tirando julho de 2006, o ultimo mes q a sic liderou foi março de 2005 e nao abril como é dito.

  • Paulo Andrade

    É verdade o último mês que a SIC liderou foi em Março de 2005, logo desde Abril desse ano que não lidera um mês, descontando o efeito Mundial 2006 em Julho.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close