‘ESC2014′ – A Critica: Fique a conhecer as canções da segunda semifinal [Parte II]


Na penúltima edição da avaliação das canções do Festival Eurovisão 2014 avaliamos as que tentarão uma vaga na final através da segunda parte da 2ª semifinal.

Mas antes ficamos com a opinião da nossa colaboradora Helena Gilberto sobre a música polaca, que ficou em falta na edição da semana passada.

Donatan & Cleo – “My Słowianie – We Are Slavic”

Gritos, guinchos e seios à mostra, e pronto, temos uma música. Não gosto nem um bocadinho, é repetitiva e cansativa, e a voz da Cleo consegue ser muito irritante. Penso que não irá resultar na Eurovisão.

Pontuação: 06/20
Helena Gilberto (HG)

***
Irlanda
Can-Linn feat. Kasey Smith – “Heartbeat”

Boa música, mas que necessita de muito trabalho relativamente à actuação vista na final irlandesa, praticamente tudo deve ser mudado. Tem potencial, o toque tradicional assenta-lhe muito bem, e a Kasey é vocalmente segura. Talvez precisasse de mais solos de violino para ganhar ainda mais força, mas está bem como está.

Pontuação: 16/20
Helena Gilberto (HG)

Gosto do início do instrumento, mas mais para o meio acaba por banalizar. É um tema mediano, a Kasey canta bem, mas se não apostarem bem na performance, a música vai tornar-se aborrecida. Acho que passa à final, contudo sem grande esperança de ficar bem qualificada na final – deve ficar no top20.
Pontuação: 13/20
Tiago Vale (TV)

***
Bieorrússia
TEO – “Cheesecake”

Tem a sua piada, mas é banal e não consigo deixar de a considerar muito barata. Não entusiasma por aí além, apesar de ser animada.
Pontuação: 10/20
HG

É um tema simplista, mas não deixa de ser bastante catchy! Dentro do contexto do ESC, que prima pela efemeridade, esta proposta atinge os seus objectivos. Entra facilmente no ouvido, é radio-friendly (não fosse quase uma cópia da Blurred Lines) e divertida. Além disso, o TEO é bastante carismático. Não deve passar à final, mas não me importava nada.
Pontuação: 15/20
TV

***
Macedónia
Tijana – “To the Sky”

Algo subvalorizada, mas com um bom espectáculo poderá surpreender. É bastante orelhuda e penso que dentro do género dançante é a melhor da sua semifinal.

Pontuação: 14/20
HG

A voz da intérprete é bastante grave, o que não agrada logo a uma primeira audição. A letra é repetitiva e básica. Não gosto muito, e dentro do estilo musical (dance/electro/…) há propostas bem mais aliciantes. Não passa à final.

Pontuação: 10/20
TV

***
Malta
Sebalter – “Hunter of Stars”

Os assobios entram imediatamente no ouvido. É uma música alegre e bem-disposta e o Sebalter tem imenso carisma. O violino e restantes instrumentos ficam muito bem na música.

Pontuação: 16/20
HG

É uma tema bastante rico. Gosto da vivacidade do instrumental, dos assobios, e do timbre do intérprete. Não é uma música fenomenal, mas é competente e acho que representa bem o país. Sebalter é dos artistas mais versáteis deste ano, e acho que merecia um bilhete para a final.
Pontuação: 15/20
TV

***
Grécia
Freaky Fortune feat. RiskyKidd – “Rise Up”

Tal como a proposta bielorrussa, é barata. Dá a sensação de já ter sido ouvida antes, não traz absolutamente nada de novo. Apesar disso, o instrumental tradicional dá um toque especial, e salva a coisa.

Pontuação: 12/20
HG

Uma música house e bastante comercial… a Grécia não precisa de muito mais para passar confortavelmente à grande final. Uma performance cheia de luzes e outros efeitos, e tem a passagem garantida. Gosto da inclusão do trompete, mas fora isso, é um tema híper-mega-super banal.
Pontuação: 12/20
TV

***
Eslovénia
Tinkara Kovač – “Round and Round”

Gosto muito. Seria ainda melhor se fosse 100% em esloveno. Começando na flauta, passando pela melodia e terminando no esloveno (o pouco que tem), a música é muito boa. Uma música que efectivamente transmite alguma coisa a quem está a ouvi-la.

Pontuação: 17/20
HG

Uma melodia, de certa forma, já típica deste país dos balcãs. Gosto da sua sonoridade e fico contente com o regresso da Eslovénia! Precisam de apostar bem nos efeitos cénicos e planos de câmara. Acho que é um tema competente e que pode levar o país a uma boa qualificação.
Pontuação: 15/20
TV

***
Roménia
Paula Seling & Ovi – “Miracle”

Mais uma barata. Parece que já a ouvi milhões de vezes. Mas esta, ao contrário da grega, não tem nenhum toque especial. Por muito catchy que seja, não me anima nada. Completamente clichê e mais do mesmo.

Pontuação: 10/20
HG

Não se compara à Playing with Fire, mas gosto! É uma produção eficaz, feita para entrar no ouvido, e consegue cumprir o que promete. A cumplicidade entre os dois cantores é excelente. E depois temos a voz da Paula, que é irrepreensível. A Roménia está de volta para tentar ganhar.

Pontuação: 16/20
TV

***

Na próxima semana terminamos a edição de 2014 da crítica com um olhar sobre as músicas que já são finalistas: os Big5 (França, Reino Unido, Espanha, Alemanha e Itália) e o país anfitrião, a Dinamarca. Até lá!

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

  • João Teles

    a Polónia é a tal cena, ou se gosta ou não se gosta mesmo, eu cá adoro!
    a Irlanda, é porreirinha, gosto, tem mesmo um toque tradicional celta também. 🙂
    Bielorússia – É catchy, gosto. 🙂
    Macedónia – Fantástica, sem dúvida.
    Suiça – Também gosto, fica no ouvido, eheh. 😛
    Grécia – Não é nada por aí além mas até que nem é má de todo, eu gosto. 🙂
    Eslovénia – Uma música bastante boa, mas não creio que vá conseguir passar à Grande Final.
    Roménia – Pode não ser nada por aí alem, mas arrasa pelo vozeirão da Paula Seling e pelo estilo dançante que a música a anthemico que a música tem e é uma das minhas músicas favoritas este ano na EuroVisão. ^^

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close