“Espelho D’Água”: Resumo dos próximos episódios

"

301º Episódio (12 a 18 de março)

Raul vai a casa de Lucinda para levar Flávio consigo. O filho reage e é violentamente agredido. Alertada por Elsa, Lucinda manda chamara a polícia e Raul acaba por ser preso

Zé Paulo dá a táctica a André para o jogo e Lucinda disfarça o orgulho que sente do filho e deseja-lhe sorte. Cláudia faz o mesmo mas antes diz que têm de conversar sobre a filha que está para nascer. Matilde quer que André dê uma grande alegria ao bairro marcando muitos golos e provoca Sal, acusando-a de só publicar mentiras no jornal. Sal afirma altiva que a Cornélia não escreve notícias mas apenas crónicas e dispara que para ela, as dores deles são vitórias.

Vítor procura comida em casa e está desesperado. Assim que a mãe entra em casa com o almoço pede-lhe para que divida com ele. Como ela recusa, tira-lhe a caixa da mão e começa a comer.

Entretanto, a campainha da porta toca e quando Vítor vai abri, Nelo tira-lhe a caixa da comida da mão e repreende-o por não estar na oficina. Lucinda fica furiosa e disputa a caixa com Nelo, até que ela cai no chão. Lucinda ameaça bater a Nelo e este ameaça contar a Sal que Vítor prevaricou ao sair mais cedo para almoçar.

Jarvis diz a Renata que não pode esperar mais e que têm de partir naquela noite. Elsa ouve a conversa e fica muito triste, enquanto Renata continua cheia de dúvidas sobre o que fazer.

Bernardo ganha uma medalha na prova de natação para grande contentamento de Patrícia mas Luís acha que ele é capaz de fazer melhor do que ficar em terceiro lugar. Entretanto, sugere que jantem os três mas Bernardo não sabe se Vanda vai permitir. Patrícia conta alarmada que António está a ser operado de urgência. Filipa quase desmaia.

Luísa fica irritada quando Fernando aparece no hospital para saber de António e afronta-o. Fernando esclarece que está ali porque Sara pediu. Rita não quer discussões mas a tensão que se gerou é diminuída pelo cirurgião que vai informar que conseguiram salvar a vida de António, embora vinque que as próximas horas vão ser decisivas. Rita não fica completamente descansada.

Vanda vai ter com Rafael, nervosa por causa do estado de saúde de António e ele recebe-a com frieza. Vanda pede desculpa por ter sido brusca com ele na instituição e justifica a sua atitude, contando uma história difícil que viveu com um paciente.

Elsa desabafa com Flávio, triste por ter percebido que Renata está prestes a partir com Jarvis. Quando a campainha da porta toca, Flávio vai abrir e é violentamente empurrado pelo pai que invade a casa para o levar consigo. Flávio recusa-se a ir e é agredido. Elsa consegue fugir e vai ao cabeleireiro pedir socorro a Lucinda e Renata. Lucinda diz para chamarem a polícia e corre para casa, onde Raul continua a bater em Flávio. Ao tentar impedi-lo, é violentamente empurrada. A GNR aparece naquele momento e prende Raul. Renata conforta Elsa e diz a Lucinda para ir apresentar queixa. Flávio não quer mas Lucinda não se demove e diz que tem de o fazer.

Sergei toca a sua balalaica com nostalgia. Pedro conversa com o capitão e aconselha-o a falar com Alice para perceberem se gostam realmente um do outro.

Rita vai a casa mudar de roupa. Está arrasada e desabafa com Rafael que não sabe como é que António vai acordar e conta que ele lhe pediu para não o deixar viver dependente de ninguém. Rafael dá-lhe apoio e diz que ela não vai passar por aquilo sozinha. Entretanto entrega a Rita uns papéis que encontrou no carro de António mas que ela não tem disposição para ler.

Telma pergunta a Fernando por António e descai-se ao comentar que ele estava tão bem de manhã. Fernando não está com paciência e a empregada consegue disfarçar. Fernando liga para a prisão e pede para avisarem Sara de que o filho está vivo.

Filipa está distante e preocupada com António, desabafando que se trata do seu ex-marido. Luís comenta que também já foi casado, acabando por apoiá-la ao contar a sua história.

Patrícia fica comovida e dá um abraço apaixonado a Vítor quando ele lhe oferece uma carrinha para fazer a distribuição de alimentos na rua.

Zé Paulo conta no Meia Desfeita que a sua equipa ganhou o jogo com um golo de André o que deixa Horácio orgulhoso. Renata recebe uma mensagem de Jarvis a dizer que está em casa dela à sua espera para partirem. Elsa, Cláudia e André arranjam forma de tirarem toda a gente do restaurante e trancam Renata e Zé Paulo lá dentro para os juntar, deixando-os sem chaves nem telefones.

Matilde via prepara o chá que Cláudia lhe pediu para fazer, ignorando que foi uma estratégia para ela sair do restaurante. Cláudia e Elsa começam a ficar preocupadas com o que fizeram ao tio e a Renata. Elsa espera que o plano para os juntar resulte.

Flávio, ainda muito abalado com a violência do pai diz que Lucinda não devia ter feito queixa e que devia ter ido com ele. Lucinda diz que o seu lugar não é com o pai, mas sim naquela casa.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close