Esta noite no 13º episodio de “Inspetor Max”…


Inspetor Max

“Inspetor Max”

A TVI exibe esta noite o 13º episódio de “Inspetor Max”. Saiba como vai estar este episódio:

Convidado por Antónia, uma amiga que trabalha no Museu e Galeria de Setúbal, Sérgio está na abertura de uma inauguração de uma exposição de pintura de Pierre, um famoso pintor francês radicado em Portugal.

Subitamente, Fernanda, irmã de Antónia, uma das comissárias da exposição cai da amurada superior, morrendo da queda sobre um piano que se encontra no piso inferior.

A equipa é chamada ao local do crime, Vera descobre na mão dela um papel com a enigmática palavra: “Calipso”.

O sucedido abala Félix, o outro comissário da exposição, noivo da falecida Fernanda, que se encontrava a chegar quando esta caiu.

Vera diz que pelos indícios de luta no piso e no corrimão, para além do próprio corpo, não há dúvidas de que Fernanda foi empurrada.

Pegando no caso, Sérgio e Jorge falam com Antónia, Pierre e Félix sobre o que se terá passado, quem poderia querer mal a Fernanda e o que significará a palavra “calipso” que ela tinha escrita num papel.

Jorge e Sérgio chegam à conclusão de que têm de voltar à exposição, levam Max Júnior com eles e vão até ao Museu e Galeria mas Max Júnior descobre que alguém teve a mesma ideia. A pessoa consegue fugir e Max Júnior é encontrado pelo Jorge atordoado já que a pessoa lhe manda com um jacto de spray de gás pimenta.

A investigação leva a que os inspetores desconfiem de Pierre, a quem Fernanda ainda não tinha pago a última exposição. Para cúmulo, Pierre revela transportar consigo um spray de gás pimenta.

Aparentemente com o caso resolvido, Sérgio tenta confortar Antónia, que ao preparar as coisas do velório, descobre uma antiga concha da irmã e de repente lembra-se do que quer dizer a palavra “calipso”, uma recordação de umas férias que passaram num iate do mesmo nome quando Antónia era muito nova. Isto leva Antónia a lembrar-se que um dos quadros na exposição é o de um veleiro.

Após um exame cuidadoso, descobrem que o quadro é falsificado. Para apanharem Félix, os inspetores arranjam uma armadilha na galeria, com a ajuda de Pierre que confronta Félix quando ele aparece. O esquema de Félix era falsificar os quadros e vendê-los no mercado negro, mas como Fernanda era contra ele teve de a eliminar. Max Júnior derruba Félix mas este consegue escapar. Tiago e Helena apanham Félix que desiste com a chegada de Sérgio, Jorge e Max Júnior.

Jorge e Joana brigam em razão de Joana defender um criminoso que Jorge andou durante muito tempo à procura de colocar na prisão.

Este facto cai muito mal junto de Manuel e Francisca, que esperavam que os pais os levassem a Madrid no fim-de-semana.

Manuel e Francisca elaboram um plano para que eles façam as pazes, criando momentos românticos e até um piquenique improvisado.

Infelizmente a personalidade vincada de um e de outro faz com que se voltem a desentender uma e outra vez.

Perdendo as estribeiras, os filhos trancam-nos no quarto até que resolvam as suas diferenças.

Os miúdos ficam felizes ao verem os pais entrarem na sala abraçados. Infelizmente para eles, a proximidade leva Jorge e Joana perceberem que precisam de mais intimidade e partem para Madrid juntos para um fim-de-semana romântico, deixando os miúdos entre a felicidade do amor dos pais e a frustração de já não irem a Madrid.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close