«Fico triste quando tentam pôr colegas contra colegas», Sónia Araújo desmente zanga com Tânia Ribas de Oliveira


 

O “Praça da Alegria” vai regressar em setembro. De novo emitido a partir dos estúdios do Monte da Virgem, no Porto, o formato passa a chamar-se “A Praça”.

Sónia Araújo e Jorge Gabriel voltam a comandar o programa tal como fizeram, durante anos, até o mesmo transitar para a Marechal Gomes da Costa, em Lisboa.

Confrontada com o regresso de “A Praça” e com o convite para regressar ao talk show matinal, Sónia Araújo encara a situação com naturalidade e desmente quaisquer zangas com Tânia Ribas de Oliveira que apresentou até há semanas o “Agora Nós” antes de gozar a licença de maternidade.

«Não podia recusar, quando me propuseram o regresso da “Praça”, mas fico triste quando tentam pôr colegas contra colegas. Estamos juntos, gostamos todos uns dos outros e respeitamos, acima de tudo, o trabalho de cada um. A Direção de Programas decidiu e nós somos profissionais, temos de o fazer», confessou à revista Lux.

Sónia Araújo refere ainda que mantém contacto com a colega e que percebe a sua reação emocionada na despedida do “Agora Nós”.

«Falo muitas vezes com a Tânia. Ela sabe que eu gosto dela, e ela também gosta de mim. Compreendi as emoções que ela sentiu no último programa, quando se despediu, não só porque estava grávida, mas porque estava a fazer um último programa. Também já as senti. Quando me despedi da “Praça da Alegria”, um projeto que tinha 18 anos, obviamente, também senti a nostalgia que ela sentiu quando deixou o “Agora Nós”. Estamos no mesmo barco», terminou.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close