Final do Festival da Canção sai de Lisboa!


logo RTP

RTP

Pela sexta vez na história, não será Lisboa a anfitriã do Festival RTP da Canção. A final da edição de 2018 vai ter como palco Guimarães.

A derradeira fase do evento está marcada para março do ano que vem e vai ser realizada no Pavilhão Multiusos de Guimarães, Minho.

O anúncio foi feito na altura em que Lisboa foi anunciada como a cidade que vai acolher o Festival Eurovisão da Canção, em maio do próximo ano, pela entidade organizadora – Eurovisão e RTP.

A 52.ª edição do Festival RTP da Canção vai realizar-se no Pavilhão Multiusos de Guimarães, que a câmara cedeu gratuitamente, disse hoje Gonçalo Reis, anunciando que o futuro é o festival ter um caráter itinerante, realizando-se em diferentes cidades portuguesas, pelo menos nas próximas quatro edições.

A primeira vez que o Festival se realizou fora de Lisboa, foi em 1983, no Coliseu do Porto, tendo sido já realizado no Funchal, em 1987, em Évora, em 1989, no Estoril, em 1990, e em Santa Maria da Feira, em 2001.

Em 2018, a RTP vai seguir o mesmo figurino que este ano levou à escolha de Salvador Sobral, em que os compositores escolhem os intérpretes, mas as duas semifinais contarão com dez concorrentes cada, das quais sairão cinco finalistas por cada, anunciou o diretor de Programas da RTP, Daniel Deusdado, que sublinhou «a liberdade das canções».

A votação será feita por um júri e pelo público, por televoto, disse.

A 51.ª edição do Festival da Canção, que culminou na vitória do tema de Salvador Sobral como o escolhido para representar Portugal na Eurovisão, realizou-se este ano, tendo sido apresentada pela RTP como uma «janela renovada» para compositores e intérpretes portugueses, com as canções candidatas a serem transmitidas em direto em duas noites de eliminatórias, perante um júri presidido por Júlio Isidro.

Para este novo modelo, a RTP convidou músicos como Rita Redshoes, Luísa Sobral, Samuel Úria, Pedro Silva Martins, dos Deolinda, ou Nuno Gonçalves, dos The Gift, que compuseram para outras vozes.

Em 2016, a RTP decidiu não organizar o Festival da Canção, e Deusdado realçou que o modelo escolhido este ano, que levou à primeira vitória de uma canção portuguesa no certame eurovisivo, «reconciliou o público» com o Festival.

A estação pública está a celebrar 60 anos, e organiza, em 2018, em Lisboa, o Festival Eurovisão da Canção.

As eliminatórias da Eurovisão terão lugar a 08 e 10 de maio, com a final a decorrer no dia 12 de maio, de acordo com comunicado da organização.

Com Lusa

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close