FremantleMedia critica SIC por esta não lhe ter dado mais tempo para preparar “O Poder do Amor”


Foi a 9 de abril que a SIC revelou que iria apostar em “Power Couple”, um formato israelita que ganhou o nome português de “O Poder do Amor”.

Com estreia marcada para o dia 25 de maio, a FremantleMedia viu-se obrigada a preparar o programa em mês e meio.

Agora com 7 programas emitidos, o “Poder do Amor” não se tem conseguido impor nas audiências. Frederico Ferreira de Almeida, responsável pela produtora em Portugal justifica, ao Diário de Noticias, os resultados: «”O Poder do Amor” é de maior dificuldade de penetração. É um híbrido que não é nem um puro reality nem um puro game show. (…) Estamos a atravessar o campeonato do mundo de futebol que distorce bastante as audiências e para isso basta ver no cômputo geral das três estações. Desse ponto de vista, o “Rising Star” perdeu quatro pontos de rating e perde-os por causa do Mundial.»

Apesar destes fatores, o homem-forte da FremantleMedia afirma que gostava de ter tido mais tempo para preparar “O Poder do Amor”: «Não havia hipótese, a decisão foi tomada tardiamente. Precisava desse tempo porque há questões de casting que poderiam ter sido mais apuradas, para a transformação do hotel numa casa em três semanas, para reunir uma equipa técnica para a execução de um programa destes em três semanas, também não é fácil. O primeiro programa que foi para o ar e, mea culpa, tinha muitos problemas técnicos que suspeitava de que iria ter. »

Frederico Ferreira de Almeida defende que ainda que se a SIC lhe tivesse dado mais tempo, o casting «poderia ter sido mais apurado. Teria talvez uma divisão de classe social mais bem conseguida. Há uma conjugação que é possível fazer e nós não tivemos o tempo para deixar amadurecer.»

Questionado pelo Diário de Noticias, Frederico afirma ainda que aceitou produzir o formato para a estação porque «há uma cumplicidade entre nós e a estação que leva a que tenhamos de corresponder às necessidades do canal. Também há programas que têm todo o tempo de preparação do mundo e vão para o ar com erros.»

Recorde-se que para além de “O Poder do Amor”, também o “Sabadabadão”, “Queridas Manhãs” e o “Boa Tarde” têm a mão da FremantleMedia Portugal.

 

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close